Oscar 2012 - Histórias da 'red carpet and parties'

27 de fevereiro de 2012 ·


Devido à marca «Kodak» ter entrado em falência global, o nome deste teatro foi mudado à última hora para «Hollywood and Highland Center» [6801 Hollywood Boulevard, Los Angeles]. Provavelmente, a cerimónia de 2013 realizar-se-á no «Nokia Theatre» com capacidade para mais de 7.000 lugares sentados, podendo a Academia convidar muitas celebridades de outras áreas [tv, desporto, moda, música] de modo a recuperarem o antigo glamour da cerimónia.

A já longa [uns 15 anos] crise dentro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é tão grande que tudo lhes acontece. Tentam inovar e não conseguem. Em 2011 a cerimónia roçou um tremendo flop e uma enorme perda [milhões de pessoas] de audiência na televisão.  O ano passado convidaram James Franco e Anne Hathaway como anfitriões da cerimónia, mas aquilo foi tão mal escrito, preparado e ensaiado, que a noite de entrega das estatuetas resultou num enorme amontoado de equívocos. Mais uma vez era necessário inovar, mudar, transformar. Que fizeram? Este ano [2012] viraram-se mais uma vez para o passado e apostaram em Billy Crystal (ocupando o buraco deixado por Eddie Murphy, primeiro nome escolhido) à frente do palco, na sua nona empreitada pelos Academy Awards.

O resultado foi uma cerimónia insípida, enxuta, rápida e sem surpresas e, sobretudo sem o glamour que os antigos organizadores deram à cerimónia. O espectáculo principal viu-se na red carpet, à entrada para o teatro, com uma mão cheia de celebridades a chamarem a atenção pela «star quality» que lhes é inerente, muito bem vestidas, com um discurso articulado e o resto dos 3.200 membros da indústria presentes no evento a parecerem estar todos e todas fardados/as, tal a ausência de glamour e brilho.

'O Artista' e 'A invenção de Hugo Cabret' levaram, juntos, dez prémios para casa. É a Academia e os seus membros a virarem-se para si próprios, premiando assuntos de cinema. Não vão longe, assim. São demasiados prémios para 2 filmes, quando havia muitos outros, com qualidade e merecedores de dois terços destas estatuetas.



Se olharmos para a foto acima, em dia de Oscar, vemos a passadeira vermelha [red carpet] dividida em 2 partes. À direita da foto está a imprensa, primeiro, os canais de televisão e a seguir os fotógrafos, em frente aos quais as celebridades vão caminhando meio metro de cada vez, fazendo pose, até que entram no teatro. Este processo demora cerca de 2 horas ou mais, entre o momento que chegam ao início do red carpet e a entrada no edifício. Os outros, os mais de 3.000 convidados da indústria não nomeados para as estatuetas, passam directos sem grandes paragens. Obviamente, a excepção são as grandes celebridades não nomeadas para esse ano, que têm direito a fazerem pose e a dizerem o nome dos estilitas que vestem ou calçam.

Se olharmos para o lado esquerdo da foto, vemos a arquibancada para os fãs. São cerca de 700 pessoas que se candidatam àqueles lugares. Para estarem presentes na cerimónia de 2012, os fãs de todo o mundo, dispuseram de uma semana, em Setembro de 2011, para se increverem online e, num sorteio aleatório foram escolhidos os que estarão presentes. A imensa gritaria que se ouve no red carpet provém deste grupo de fãs. Se não estivessem presentes, só se ouviria os fotógrafos a gritarem 'Angelina, smile to left'.

Quando a passadeira vermelha fica vazia, estes fãs são levados para um local muito próximo, com enormes telões, onde acompanham a cerimónia, sendo muito bem tratados pelos organizadores, com um buffet à disposição.

A seguir apresentamos algumas das «red carpet» mais famosas dessa noite:

RED CARPET DA CERIMÓNIA DA ACADEMIA


Gwyneth Paltrow 



O grande vencedor da noite, o director Michel Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
Acompanhado da mulher, a actriz francesa Bérènice Bejo.


Rose Byrne


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Para os parties, mudou de roupa,
à maneira antiga.


Cameron Diaz vestida por Gucci


Glenn Close nos seus fantásticos 64 anos



Sandra Bullock


Michelle Williams vestida por Louis Vuitton


Natalie Portman

[Estas fotos representam apenas uma pequena amostra dos presentes aos eventos]


RED CARPET DO ELTON JOHN AIDS
FOUNDATION OSCAR PARTY


Carmen Electra


Miley Cyrus vestida por Roberto Cavalli.


Kim e Kourtney Kardashian, acompanhadas por Heidi Klum


Katy Perry vestida por Blumarine


RED CARPET DA VANITY FAIR OSCAR PARTY 2012




Irina Shayk


Tom Cruise e Katie Holmes, vestida por Elie Saab, ambos de navy blue.


Salma Hayek


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Na red carpet da cerimónia, envergava outro vestido. Foi das poucas estrelas que mudou de traje, à maneira antiga. Sempre acompanhada pelo actual namorado Casper Smart, os fotógrafos presentes, apesar de sempre ávidos de sensacionalismo, não o quiseram fotografar junto da vedeta. Isso fica para os papparazi de rua.

============

Vestido como personagem de «O Ditador», Sacha Baron Cohen derruba pote de cinzas no repórter Ryan Seacres. Sacha Baron Cohen não quis nem saber do facto de ter sido desconvidado para o Oscar 2012. Ele não só foi ao tapete vermelho do evento vestido como o personagem do seu novo filme, «O Ditador», o Admiral-General Aladeen, como causou a maior polémica. Com uma suposta urna repleta de cinzas com a foto do ex-líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, o comediante cercado de belas mulheres, parou para dar uma entrevista ao repórter do canal «E!», Ryan Seacrest. Tudo ia muito bem até ele resolver virar o recipiente sobre o apresentador do programa «American Idol». Como se fosse o personagem, Sacha fez de conta que tinha derramado as cinzas sem querer. Sobrou para Seacrest um sorriso bem sem graça e o smoking impecável completamente sujo. Sacha acabou sendo expulso do local por seguranças. Assista ao momento:

5 comentários:

Serginho Tavares disse...
27 de fevereiro de 2012 às 18:02  

achei a atitude do Sacha Baron Cohen tão ridícula que dispensa comentários
e sobre a festa... o glamour de antigamente foi embora mesmo
uma pena

Astrid Annabelle disse...
27 de fevereiro de 2012 às 18:52  

Mais um lindo post. A repeito do glamour sem mais palavras....os tempos são outros, com outros valores então é natural que tudo se transforme.

Gostei e li tudo.

O vestido da Gwyneth Paltrow me encantou assim como o da Bérénice Bejo. Acheio-os lindíssimos....o resto é apenas muito bonito.

Um beijo querido António.

Chegando agora na net...

Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...
28 de fevereiro de 2012 às 01:36  

A respeito...escrevi errado...me desculpe...

MARCELO DALLA disse...
1 de março de 2012 às 17:58  

Olá querido!!!!
Andei ausente da net na última semana, estava com saudades de vir aqui! Eu era fascinado por estas cerimonias, mas aos poucos fui perdendo o interesse.... realmente já não há mais belas apresentações de musicais nas cerimônias como antes.

Como a Glenn Close tá bem, não?
abraço

susane disse...
11 de agosto de 2016 às 10:38  

Mis mejores felicitaciones en su sitio maravilloso! Perfecto !!!

voyance par mail gratuite

27 de fevereiro de 2012

Oscar 2012 - Histórias da 'red carpet and parties'


Devido à marca «Kodak» ter entrado em falência global, o nome deste teatro foi mudado à última hora para «Hollywood and Highland Center» [6801 Hollywood Boulevard, Los Angeles]. Provavelmente, a cerimónia de 2013 realizar-se-á no «Nokia Theatre» com capacidade para mais de 7.000 lugares sentados, podendo a Academia convidar muitas celebridades de outras áreas [tv, desporto, moda, música] de modo a recuperarem o antigo glamour da cerimónia.

A já longa [uns 15 anos] crise dentro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é tão grande que tudo lhes acontece. Tentam inovar e não conseguem. Em 2011 a cerimónia roçou um tremendo flop e uma enorme perda [milhões de pessoas] de audiência na televisão.  O ano passado convidaram James Franco e Anne Hathaway como anfitriões da cerimónia, mas aquilo foi tão mal escrito, preparado e ensaiado, que a noite de entrega das estatuetas resultou num enorme amontoado de equívocos. Mais uma vez era necessário inovar, mudar, transformar. Que fizeram? Este ano [2012] viraram-se mais uma vez para o passado e apostaram em Billy Crystal (ocupando o buraco deixado por Eddie Murphy, primeiro nome escolhido) à frente do palco, na sua nona empreitada pelos Academy Awards.

O resultado foi uma cerimónia insípida, enxuta, rápida e sem surpresas e, sobretudo sem o glamour que os antigos organizadores deram à cerimónia. O espectáculo principal viu-se na red carpet, à entrada para o teatro, com uma mão cheia de celebridades a chamarem a atenção pela «star quality» que lhes é inerente, muito bem vestidas, com um discurso articulado e o resto dos 3.200 membros da indústria presentes no evento a parecerem estar todos e todas fardados/as, tal a ausência de glamour e brilho.

'O Artista' e 'A invenção de Hugo Cabret' levaram, juntos, dez prémios para casa. É a Academia e os seus membros a virarem-se para si próprios, premiando assuntos de cinema. Não vão longe, assim. São demasiados prémios para 2 filmes, quando havia muitos outros, com qualidade e merecedores de dois terços destas estatuetas.



Se olharmos para a foto acima, em dia de Oscar, vemos a passadeira vermelha [red carpet] dividida em 2 partes. À direita da foto está a imprensa, primeiro, os canais de televisão e a seguir os fotógrafos, em frente aos quais as celebridades vão caminhando meio metro de cada vez, fazendo pose, até que entram no teatro. Este processo demora cerca de 2 horas ou mais, entre o momento que chegam ao início do red carpet e a entrada no edifício. Os outros, os mais de 3.000 convidados da indústria não nomeados para as estatuetas, passam directos sem grandes paragens. Obviamente, a excepção são as grandes celebridades não nomeadas para esse ano, que têm direito a fazerem pose e a dizerem o nome dos estilitas que vestem ou calçam.

Se olharmos para o lado esquerdo da foto, vemos a arquibancada para os fãs. São cerca de 700 pessoas que se candidatam àqueles lugares. Para estarem presentes na cerimónia de 2012, os fãs de todo o mundo, dispuseram de uma semana, em Setembro de 2011, para se increverem online e, num sorteio aleatório foram escolhidos os que estarão presentes. A imensa gritaria que se ouve no red carpet provém deste grupo de fãs. Se não estivessem presentes, só se ouviria os fotógrafos a gritarem 'Angelina, smile to left'.

Quando a passadeira vermelha fica vazia, estes fãs são levados para um local muito próximo, com enormes telões, onde acompanham a cerimónia, sendo muito bem tratados pelos organizadores, com um buffet à disposição.

A seguir apresentamos algumas das «red carpet» mais famosas dessa noite:

RED CARPET DA CERIMÓNIA DA ACADEMIA


Gwyneth Paltrow 



O grande vencedor da noite, o director Michel Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
Acompanhado da mulher, a actriz francesa Bérènice Bejo.


Rose Byrne


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Para os parties, mudou de roupa,
à maneira antiga.


Cameron Diaz vestida por Gucci


Glenn Close nos seus fantásticos 64 anos



Sandra Bullock


Michelle Williams vestida por Louis Vuitton


Natalie Portman

[Estas fotos representam apenas uma pequena amostra dos presentes aos eventos]


RED CARPET DO ELTON JOHN AIDS
FOUNDATION OSCAR PARTY


Carmen Electra


Miley Cyrus vestida por Roberto Cavalli.


Kim e Kourtney Kardashian, acompanhadas por Heidi Klum


Katy Perry vestida por Blumarine


RED CARPET DA VANITY FAIR OSCAR PARTY 2012




Irina Shayk


Tom Cruise e Katie Holmes, vestida por Elie Saab, ambos de navy blue.


Salma Hayek


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Na red carpet da cerimónia, envergava outro vestido. Foi das poucas estrelas que mudou de traje, à maneira antiga. Sempre acompanhada pelo actual namorado Casper Smart, os fotógrafos presentes, apesar de sempre ávidos de sensacionalismo, não o quiseram fotografar junto da vedeta. Isso fica para os papparazi de rua.

============

Vestido como personagem de «O Ditador», Sacha Baron Cohen derruba pote de cinzas no repórter Ryan Seacres. Sacha Baron Cohen não quis nem saber do facto de ter sido desconvidado para o Oscar 2012. Ele não só foi ao tapete vermelho do evento vestido como o personagem do seu novo filme, «O Ditador», o Admiral-General Aladeen, como causou a maior polémica. Com uma suposta urna repleta de cinzas com a foto do ex-líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, o comediante cercado de belas mulheres, parou para dar uma entrevista ao repórter do canal «E!», Ryan Seacrest. Tudo ia muito bem até ele resolver virar o recipiente sobre o apresentador do programa «American Idol». Como se fosse o personagem, Sacha fez de conta que tinha derramado as cinzas sem querer. Sobrou para Seacrest um sorriso bem sem graça e o smoking impecável completamente sujo. Sacha acabou sendo expulso do local por seguranças. Assista ao momento:

5 comentários:

Serginho Tavares disse...

achei a atitude do Sacha Baron Cohen tão ridícula que dispensa comentários
e sobre a festa... o glamour de antigamente foi embora mesmo
uma pena

Astrid Annabelle disse...

Mais um lindo post. A repeito do glamour sem mais palavras....os tempos são outros, com outros valores então é natural que tudo se transforme.

Gostei e li tudo.

O vestido da Gwyneth Paltrow me encantou assim como o da Bérénice Bejo. Acheio-os lindíssimos....o resto é apenas muito bonito.

Um beijo querido António.

Chegando agora na net...

Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

A respeito...escrevi errado...me desculpe...

MARCELO DALLA disse...

Olá querido!!!!
Andei ausente da net na última semana, estava com saudades de vir aqui! Eu era fascinado por estas cerimonias, mas aos poucos fui perdendo o interesse.... realmente já não há mais belas apresentações de musicais nas cerimônias como antes.

Como a Glenn Close tá bem, não?
abraço

susane disse...

Mis mejores felicitaciones en su sitio maravilloso! Perfecto !!!

voyance par mail gratuite

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates