Yo Yo Ma

30 de maio de 2009 · 16 comentários


Nesta altura do ano entra-me sempre esta nostalgia de desejar estar lá novamente, nem que fosse para ouvir 'Libertango', de Astor Piazzolla, no seu próprio ambiente. Que serão, aquele! Fica aqui uma deliciosa interpretação de Yo Yo Ma - o senhor de camisa azul, violoncello. Bom fim-de-semana.

Não és apenas o corpo físico que habitas

29 de maio de 2009 · 18 comentários

Aquilo que chamas de «eu» - e que já vais entendendo que é bastante mais que apenas o teu «corpo físico e algo mais» -, na verdade, é uma série de corpos que habitam diferentes planos. No plano deste planeta que habitas, tens contacto permanente com 3 planos, dois deles invisíveis aos teus olhos nas circunstâncias mais comuns da tua rotina diária. Eventualmente, terás contactos intermitentes com o plano intuitivo.

Tens esse corpo físico em que te movimentas e que pertence ao plano físico. É aquilo que estudas em astrologia como sendo o teu Ascendente com uma grande ajuda do Sol, no nível mais básico da consciência. Em simultâneo, lidas continuamente, com o teu corpo emocional, que pertence ao plano astral. Como sabes, ao nível do registo básico, a Lua rege este corpo. Também tens consciência do teu corpo mental, que pertence ao plano mental. Em astrologia do 1º nível, Mercúrio é o planeta que rege a tua consciência mental.

Talvez saibas que estes 3 corpos são a representação na fisicalidade planetária daquilo que chamamos de personalidade.
É o reflexo físico da consciência superior que és. Estes estados de consciência física retratam o princípio alquímico da materialização divina: Vontade, Sabedoria, Amor. Úrano, Mercúrio e Vénus são as suas representações astrológicas.

Voltando aos teus corpos físico, emocional e mental (os da Personalidade, reflexo da Lei Divina), podemos adiantar que Júpiter [espírito] simboliza a consciência do corpo físico (plano físico). Marte simboliza a consciência do corpo emocional (plano astral). A Lua simboliza a consciência do corpo mental (plano mental).

Quando estes três estados de consciência e os veículos através dos quais operam se encontram todos combinados no corpo físico único, são vitalizados pelo Sol, que proporciona o prana, ou força vital; quando este prana se retira do aparelho físico, produz-se o desencarne.

Fiquemo-nos hoje pela Personalidade. Outro dia comentaremos a Individualidade. Entretanto, resta-me apenas dizer-te que também consegues contactar, de forma intermitente, com a tua Alma, o teu corpo que pertence ao plano intuitivo. A maioria das vezes achas que contactas com a tua Alma, quando em meditação. Porque te sentes tão bem, tão bem, tão bem, que entendes ser isso. Ainda bem que sentes isso.

Se fores um Buda iniciado, talvez contactes com com o teu corpo espiritual. Quanto aos teus outros corpos do gráfico acima, esquece isso, de momento. Não os contactas. És contactado por eles, sem que tenhas consciência disso.

Para que tenhas uma pequena e muito pálida ideia, se tendo ainda corpo físico, conseguisses contactar a tua mónada, ficarias imediatamente em total prostração, reverência e em absoluta redenção. O mais certo seria desencarnares, imediatamente. Acompanhado pelos teus Anjos. Isso, nem na mais entregada meditação. Não confundas as coisas. És simplesmente contactado, através dos teus corpos emocional e mental. Se não estiveres em desiquilíbrio pessoal. No entanto, és sempre «tu».


Gráfico de Pedro Elias.

Se entender que os temas astrológicos impedem a sua compreensão mais corrente, elimine-os da sua leitura. Fique com a essência do assunto. Se quiser, claro!

Saturno em Virgem: datas de nascimento

· 28 comentários

As pessoas nascidas nas datas indicadas a seguir têm Saturno em Virgem:

19-09-1948 03-04-1949
29-05-1949 19-11-1950
08-03-1951 12-08-1951
17-11-1977 05-01-1978
26-7-1978
20-9-1980
02-09-2007 – ...
E os que irão nascer:
... até 29-10-2009
08-04-2010 – 21-07-2010


Medos (carma) associados a Saturno em Virgem: De não ser perfeito, tenta fugir a sentir ou manifestar emoções. [É necessário verificar os aspectos natais para especificar ainda mais.]

Predisposição para padecer de enfermidades intestinais, obstipação e doenças nervosas; melhoraria de saúde se cultivasse o sentido do humor. Saturno no signo de Virgem indica pessoas práticas, exigentes e trabalhadoras. Elas preocupam-se com detalhes, precisão e eficiência, especialmente no trabalho. Devem aprender a descansar e a cultivar o sentido de humor. Obviamente, outros aspectos natais podem diluir estas características.

Santos e santinhos

28 de maio de 2009 · 22 comentários

De vez em quando lembro-me de fazer os top top, mencionando aqui 2 ou 3 posts que me chamem muito a atenção, ou então um blogue que tivesse conhecido e que valesse a pena partilhá-lo com os leitores do 'Cova do Urso'.

Esta semana conheci o
«Santos e Santinhos», sendo Bartolomeu, o seu autor. Gostei muito do blogue, pois é especial. Só visitando-o com atenção para se perceber o que quero dizer com 'especial'. Há vários dias que está na minha «Comunidade».

Deste blogue destaco um notável conjunto de posts intitulados
«História de Maria» [Evangelho de Tiago].
O texto é apoiado por ilustrações (fotos, pinturas, etc.) muito apropriadas, revelam uma enorme investigação iconográfica, que resultaram numa mensagem simples, mas culta, clássica, sem abdicar de modernidade, com bom gosto e convicções. Publicados todos em Maio, o mês de Maria. O que é muito bom, é arrebatador.

Igualmente excelente é a série «Ave Maria», também de Maio. Estou curioso, para ver o que o mês dos santos populares nos reserva. Suspeito que o seu autor não vai gostar de se ver exposto.

Tu crias um campo electromagnético em ti

27 de maio de 2009 · 30 comentários


«Tu crias um campo electromagnético em ti, esse campo atrai-te para um pólo magnético, o pólo magnético pode ser formado por várias pessoas ou não, depois é gradualmente atraído para uma base de resgate onde já estão a chegar outros pólos magnéticos e, de repente, tens uma base de resgate que é um contentor de milhares e milhares de indivíduos que vão parar a uma zona do mundo: a um vale, a uma montanha, sem saber porquê. Esses grupos são coordenados por dentro, por uma evidência do coração.

Nas áreas de resgate a vibração dos corpos é levada ao máximo, isto é, a distância entre biofísica, bioquímica e mónada é diminuída e isto não tem nada a ver com comer ou não comer carne, ou beber vinho, ou ter 3 namoradas ou não ter nenhuma. Se tu tens que chegar lá é porque há uma pureza central no teu ser que se põe nesse alinhamento e uma vez chegado aí, Eles aceleram a vibração ao máximo.

Agora, se eu não faço uma purificação profunda da personalidade antes, pode ser extremamente intenso, por isso é que é importante ir trabalhando os corpos agora, ir pondo de parte tudo o que seja demasiado denso.»

André Louro de Almeida

Alinhados

· 40 comentários


Quíron - Júpiter - Neptuno
alinhados no grau 26 de Aquário.

Benção, para todos.

Leitura recomendada, aqui.
Outra leitura recomendada, aqui.

Nem sei fazer as contas para vos dizer quando
é que este alinhamento dos 3 planetas voltará a ocorrer.
Daqui a 50 anos Quíron e Neptuno voltam a se encontrarem.
Tudo dependerá de Júpiter. O próximo encontro não será em Aquário.


Graus críticos

· 55 comentários

Diz-se que certos graus dos signos são muito mais importantes que outros, para o bem ou para o mal. São os chamados graus críticos.

Nos signos Cardinais: 1º - 13º - 26º
Nos signos Fixos: 9º - 21º
Nos signos Mutáveis: 4º - 17º

Para além disso, também se diz que se deve prestar atenção a planetas que estejam no grau 15º dos signos fixos, por serem signos associados aos Senhores do Carma. Recomendo que se olhe com atenção para os graus de expiação - o 29º de todos os signos.

As Luas na Ericeira

·


Vou estar um pouco ausente do blogue, a preparar este evento na Ericeira. São várias Luas para estudar de modo a receber bem as minhas amigas. A sala está quase cheia. Vai ser uma festa.

Os lagos argentinos

26 de maio de 2009 · 0 comentários

Adicionar legenda

Mapa da Rota dos 7 lagos

Saindo de San Martin de Los Andes vai fazer o seguinte percurso:

20 km – Punto Panorâmico Arroyo Partido

25 km - Rio Hermoso

30 km -  Lagos Machonico

35 km - Lago Hermoso

50 km -  Cascada Vullignanco  
50 km -  Lago Falkner  
50 km -  Lago Villarino

60 km – Lago Pichi Traful

80 km – Lago Espelho Chico
80 km – Lago Espelho grande

85 km -  Lago Correntoso

110 km – Vila de Angostura


As ilustrações dos lagos foram recolhida no blogue «Navegante do Infinito».


Lago Nahuel Huapi - localizado na Patagónia Argentina, dispõe de uma geografia bastante irregular, o que proporciona uma beleza incomparável, em função das suas baías, penínsulas e praias de areia vulcânica e pedra. Nas suas margens, está localizada a famosa cidade turística de Bariloche.


Cidades onde ficam as principais atrações turísticas no noroeste argentino: Neuquén • San Carlos de Bariloche • Villa La Angostura • San Martín de los Andes • Junín de los Andes • El Bolsón • Esquel

Embora corresponda geograficamente à porção noroeste da Patagónia, o chamado “Distrito dos Lagos” é, do ponto de vista turístico, uma região distinta, que inclui Bariloche se estende da capital da Província de Neuquén a Esquel, na província de Chubut. As paisagens de Bariloche e seus arredores, “de cartão postal”, marcadas por montanhas, rios, florestas e, é claro, muitos lagos, são daquelas com as quais todo mundo sonha um dia ver de perto.








A cidade de Villa La Angostura encontra-se localizada no departamento Los Lagos no sul da província de Neuquén, na Patagónia Argentina. Sobre a margem noroeste do Lago Nahuel Huapi.

Encontra-se encravada no setor norte do Parque Nacional Nahuel Huapi, entre os picos Bayo (1792 m), Inacayal (1849m) e Belvedere (1992m) e o istmo que conecta con a península de Quetrihue, que dá acesso ao Parque Nacional Los Arrayanes.

É considerada uma das aldeias mais bonitas da Patagónia. Sobre a sua margem esquerda se encontra o lago Nahuel Huapi e sobre a margem direita o lago Correntoso. É um importante centro pesqueiro de salmonídeos sobre tudo no rio Correntoso, um rio de apenas 200 m que une os dois lagos.

Conta com importantes pistas de esquí em Cerro Bayo. As condições de edificação respeitando um tradicional estilo alemão, a qualidade de seus chocolates e suas comidas típicas (cervo e trutas) convertem em um local ideal para aquelas pessoas que desejam passar um período de descanso rodeados pela natureza.

A localidade, catalogada como “aldeia de montanha”, apesar de que conta já com uma população um tanto abundante para ser considerada aldeia, está en uma posição estratégica: a quase meio caminho entre San Martín de los Andes e Bariloche, cidades muito maiores que ela e com uma atividade turística ainda maior. Villa la Angostura está rodeada de uma natureza exuberante e em grande parte virgem. Lagos cristalinos, montanhas, vales, bosques. O turista pode contar com absoluta liberdade.




Lagos nas regiões dos glaciares.


O denominado Balneário do Lago Correntoso, é o lugar escolhido pelos moradores e visitantes da Villa no verão. Pode-se chegar a ele transitando quatro quilômetros e meio pela R.N 231 para o Caminho dos Sete Lagos virando depois à esquerda.

Este balneário não apenas conta com um camping completo para acampar com a família ou amigos, mas com a beleza das águas cristalinas e cálidas do lago Nahuel Huapi, ideais para mergulhar e refrescar-se quando as temperaturas são muito altas.

Por outra parte também é possível percorrer o rio classificado como o mais curto do mundo, o famoso rio Correntoso, fascinante por suas particularidades paisagísticas e ideal também para os pescadores.


















As ilustrações dos lagos foram recolhida no blogue «Navegante do Infinito».

.

Entrevista a Adriana Canova, do «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso»

· 112 comentários



Por favor, clique no título, acima, na barra vermelha para abrir toda a entrevista.

Adriana Canova

Nickname na blogoesfera: Eu Sou Você

Seus blogues: «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso»


Caro leitor/a: Sabe, aquela sensação especial, quando chegamos a um local e sentimos um grande bem-estar, uma sensação de estarmos em casa? Foi assim que me senti quando entrei pela primeira vez nos blogues da Adriana. Prazer, paz, liberdade, identificação, amor, energia transbordante, tudo isto e muito mais. Olhando com mais atenção, percebi que estava perante um «projecto», algo Maior a nós mesmos. O «Dimensões Internas», minimalista e do azul profundo da alma. O «Monólogo Amoroso» para entendermos o que a alma já havia sentido.
«Então, vou recolhendo os sinais que encontro pelo Caminho... Assim me lembro de que o tempo não existe e lá dentro está o ponto... de onde partimos... e para onde retornamos... Todas as partes de nós.»


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]


Porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?


Eu fui uma racionalista de plantão grande parte desta minha vida. Até começar a “ouvir estrelas...”, como o poema. E fui apresentada a um outro mundo. Desde então, faço um curso intensivo para aprender que, não importa a extensão do Caminho trilhado, ele segue sempre o sentido da mente ao coração... e todo percurso é pura aventura de um Ser amoroso a se conhecer. Essência que a razão desconhece.

Em 2006, recebi um pacote de inform
ações que foi publicado, com a ajuda de pessoas queridas, em um livro chamado Manual para um Monólogo Amoroso e de lá pra cá, me dedico a compreender amorosamente aquele conteúdo. Como parte deste aprendizado, resolvi criar o blog - Dimensões Internas - em 2008. E há dois meses, iniciei a apresentação do Manual, em outro blog - o Monólogo Amoroso. Os dois blogs não se destinam a nenhum nicho específico. Estão abertos a quem quiser chegar... Sou um bebê aprendendo a celebrar a Alvorada que estamos co-criando!

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem resolvido a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?


Obrigada pela observação. Recebo como estímulo! O Dimensões Internas é uma maneira de dar seqüência ao conteúdo do Ma
nual. Eu diria que são rascunhos da aprendizagem. Por algum bom motivo, acabei invertendo a ordem de publicações. Quem sabe eu pudesse ter criado primeiramente o Monólogo Amoroso. Mas, fui seguindo o fluxo. E assim está feito. De trás para frente... Os blogs são o próprio trabalho, por enquanto. E pra ser sincera, não dão trabalho. São pura diversão.
Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?

Nadinha. Sou uma completa ignorante com respeito a qualquer mecanismo de divulgação. Internet para mim é um univ
erso complexo. Vou tateando... na maioria das vezes, por intuição. Conto é com a generosidade das pessoas que passam o endereço adiante. Mas, nós respondemos a uma ressonância cósmica. Muito mais do que imaginamos. E com certeza isto também ajuda. Depois, quando iniciei o blog, escolhi ficar quietinha... Pode parecer estranho... publicar por que, então? É que tenho aprendido que tudo tem seu tempo certo. E no momento de cada um, os encontros acontecem.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?


Engraçado... No início não respondia a nenhum comentário para permitir que as pessoas se expressassem livremente. Só há pouco tempo percebi que se eu não respondesse, ficaria mais difícil interagir. Coisa de quem vai tropeçando na blogosfera. Hoje dou sempre um retorno às pessoas. Não sei se elas lêem porque seria preciso voltar à página. Mas, assim me
sinto interagindo. E procuro participar de outros blogs. É uma delícia receber comentários. Aquecem o coração! De qualquer forma, respeito àqueles que preferem o silêncio também.
Conte-nos um pouco sobre o seu avatar e no nome que escolheu para se apresentar, no caso de ser um nickname.

O avatar é muito simples. Uma imagem que fiz, brincando com o photoshop. Quando não tenho para onde ir, volto ao azul... Já o nick está relacionado com o conteúdo do Manual. Eu Sou Você é um modo de nos reconhecermos em 5ª Dimensão :) Mas, as pessoas que freqüentam o blog sabem que meu nome é Adriana Canova
.


Quais os blogues que mais aprecia (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeu com eles?

A indicação é um agradecimento pelo trabalho e dedicação daqueles que alimentam a blogosfera de vida. Uma parte já é conhecida de entrevistas anteriores, aqui no Anel do Coração. Deixarei gente muito boa de fora, me perdoem! Aprendo muito com todos, cada qual em sua dimensão.

LivreLuz - de Silvia Duprat. É dela também, Ouvindo livros, um dedicado trabalho para transformar em áudio o conteúdo do Manual, como apoio àqueles que não podem ler, ou que preferem ouvir.

Lúcia Campos Virtual - que escreve belos artigos para refletirmos.

História Encantada – de Tereza Ferraz. Uma rede que surge para reunir pessoas que gostam de escrever, a partir da energia-coração.

Memórias de Vidas Passadas – de Izabel Viégas, psicoterapeuta que está inaugurando um novo e belo blog.

Grimoire, de Shin Tau e Jardim, dela e de IdoMind. Através de Shin Tau é que comecei a passear por lindos espaços, em Portugal.

Metamorfose, Dalla Blog, Makyarim, Momentos Recortados, Brilho da vida, Paraladabruma, A Torre Mágica, Keep your mind wide open, A melhor alternativa, Isa Grou, Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras – de pessoas sensíveis e talentosas, com capacidade para inspirar muitos.

Bandarravet, de Maria Paula e A dinâmica do invisível, de Astrid Annabelle - Dois belos trabalhos que conheci aqui.

Cova do UrsoAntónio Rosa é um construtor de pontes. E de pontes no interior de pontes, no interior de pontes... Construí-las é uma das ações mais generosas que existem. Visíveis ou invisíveis, elas nos conduzem a novos mundos, novas dimensões. Obrigada por mais esta ponte, António!

É possível fazer amizades na blogoesfera?

Sem dúvida. Talvez muitos não encontraremos pessoalmente. Mas, o tempo é propício e, com certeza, já nos reencontramos Lá... ;) Estou aprendendo a reconhecer o que é distância e proximidade. E o coração é mesmo um sexto continente que reúne todas as partes de nós, sem fronteiras.

Agradeço de coração a quem empenhou seu tempo na leitura desta entrevista.
Um abraço fraterno a todos.
Amor e Luz!
É tudo que precisamos.

Muito obrigado, Adriana. [Com que então, pontes!?! Gostei.]


Top Top

24 de maio de 2009 · 27 comentários

Foto de família

É domingo e ao dar uma volta pela bloga, fixei estes 3 posts,
por os ter apreciado muito:


Na casa da Joana
«Uns já sabem, os outros ainda estão por descobrir...»

Na casa do Ruleandson
«Direto ao que interessa e sem dramas»

Na casa da Shin Tau
«Reflexão semanal»

Lincados em ou com Ele?

23 de maio de 2009 · 22 comentários

Eu vejo Deus como esta photo da Fada Moranga no Facebook:
estamos todos ligados, todos somos um, eu sou você,
tu está com o meu Eu. É como aquela palavra moderna: «lincados».

“A opinião comum de que sou ateu repousa sobre grave erro. Quem a pretende deduzir das minhas teorias científicas não as entendeu. Creio em um Deus pessoal e posso dizer que, nunca, em minha vida, cedi a uma ideologia atéia. Não há oposição entre a ciência e a religião. Apenas há cientistas atrasados, que professam idéias que datam de 1880. Aos dezoito anos, eu já considerava as teorias sobre o evolucionismo mecanicista e casualista como irremediavelmente antiquadas. No interior do átomo não reinam a harmonia e a regularidade que estes cientistas costumam pressupor. Nele se depreendem apenas leis prováveis, formuladas na base de estatísticas reformáveis. Ora, essa indeterminação, no plano da matéria, abre lugar à intervenção de uma causa, que produza o equilíbrio e a harmonia dessas reacções dessemelhantes e contraditórias da matéria. Há, porém, várias maneiras de se representar Deus: alguns o representam como o Deus mecânico, que intervém no mundo para modificar as leis da natureza e o curso dos acontecimentos. Querem pô-lo a seu serviço, por meio de fórmulas mágicas. É o Deus de certos primitivos, antigos ou modernos; outros o representam como o Deus jurídico, legislador e agente policial da moralidade, que impõe o medo e estabelece distâncias; outros, enfim, como o Deus interior, que dirige por dentro todas as coisas e que se revela aos homens no mais íntimo da consciência.”

Albert Einstein

Post nº 500

22 de maio de 2009 · 66 comentários

para esta coisa do quinhentos cheguei a pensar em contar qualquer coisa do género bla-bla-bla e ir misturando com títulos de filmes antigos e assim não digo que vejo as matinés de domingo na tv mencionando a shakira no vídeo la tortura mas na versão original mas isso iria ficar insuportavelmente decadente só para dizer muito muito obrigado leitores então pensei em falar naquele rapaz que anda com a demi moore que em poucos dias angariou mais de um milhão de seguidores no twitter por gravar banalidades da vida dele quem quer saber que ele foi à grosserie comprar manteiga de amendoim foi aí que me ocorreu que se o eça fosse vivo twitaria aquele dramalhão do carlos da maia com a namorada casada não me lembro se ela sofria de tuberculose ou estou a fazer confusão com outra será que a maria bethânea também twita aquelas lindas canções de dor de corno na versão word dois mil e três eu saberia como contar a quantidade de palavras que isto já tem ainda não devo ter chegado à palavra quinhentos mas ao post sim viva eu que tenho cuidado do cova-do-urso não se esqueça de colocar a pontuação

Blog catita

·


A Patrícia Azenha (Sam de Samsara), do «Princesa Esquimó» considerou o Cova do Urso como um «blog catita». O selo não tem regras, nem obriga a passar aos outros, nem tem o endereço de quem o fez. É um selo catita. Muito obrigado, Sam. Sirva-se, por favor.

Princesa, estou de acordo contigo: o Cova do Urso é um blogue mesmo catita. Muito obrigado.


Esoterismo, espiritualidade, livros e preconceitos

· 35 comentários


Clicar nas imagens para saber mais sobre cada livro.

Estes 2 títulos acima não são novidades editoriais. São reedições actuais de livros publicados pela primeira vez há 3 anos e que se foram esgotando devagarinho., com tiragens mínimas de 1.000 exemplares. Com capas novas, na nossa nova linha mais minimalista. Reeditar um livro é sempre motivo de júbilo para um editor. Mesmo que a 1ª edição tenha demorado 3 anos a ser escoada!

O funcionamento editorial de livros esotéricos ou espirituais (em Portugal) de autores de língua portuguesa, passa por caminhos nada asfaltados, mais parecendo carreiros de cabras. Continua a haver imenso preconceito sobre este género de livros.

A inteligenzia não os aceita, mas alguns encomendam-nos por telefone, muito em segredo, dizendo abertamente para ser enviado para casa da sogra ou da filha. Cala-te, boca! Os chamados espiritualistas (tradicionalmente alinhados pelo registo channeling) são dados a considerarem «menores» livrinhos de coisas mais práticas, como os que apresento agora. Os Magos, Sacerdotes e praticantes da Alta Magia e Magia Planetária habitualmente não simpatizam com autores que sejam da mesma língua natal. Os teosóficos consideram-se um grupo à parte. Os espiritistas, também. Por aí fora... Tudo, em nome do Amor Maior. Nem sequer estou a falar de religiões.

Claro que não passa de preconceito. O mesmo acontece no ambiente astrológico e no dos pedreiros; no dos bancários e no dos artistas, também. Bom, na verdade quero dizer que isto acontece não pelo que fazemos ou aparentamos ser, mas porque somos seres humanos e estamos mentalmente preparados para desdenhar alguma coisa. A mente inferior opera a estes níveis por ser a guardiã do ego. Tudo faz para evitar que o ego sofra. A mente, mente.

As coisas estão a melhorar. Há 15 anos eram poucos os que se dedicavam a estas «coisas». O mundo da magia começa a ver a luz do dia em blogues de muita qualidade. A espiritualidade começa a ser uma corrente formidável e desdobra-se na blogoesfera. Ainda bem! Mas ainda há imenso trabalho a ser desenvolvido. As organizações secretas já não fazem sentido.

A minha editora tem livros para (quase) todos os gostos. Não tem livros para a Sombra. No entanto, distribuí-los e dar-lhes acesso ao grande público, continua a ser um caminho de cabras. Com muitos pedregulhos. O meu Eu, logo haveria de escolher que tivesse Júpiter em Aquário na casa 9.


Exemplo prático da interpretação de trânsitos para principiantes - Parte 1

21 de maio de 2009 · 28 comentários

Design by Fada Moranga

Aviso aos leitores não iniciados em astrologia: este é um post muito técnico.

A propósito de um post anterior, intitulado «Interpretação dos trânsitos para principiantes» (clicar aqui), apresento um exemplo prático dividido em 2 partes. Não é um exemplo qualquer, pois é bem real, à data em que escrevo este artigo. Foi retirado do mapa de uma das amigas que frequentam este blogue. Quem é? Quem é?

Para escolher este mapa, olhei para vários, pois interessava-me especialmente procurar um trânsito vivaço que envolvesse um planeta pessoal – Marte -, por ser o mais demorado dos pessoais. A dona do mapa irá reconhecer imediatamente que é do mapa dela que falo.
Aqui vamos nós, iniciando pela criação do cenário: Marte em trânsito, em Carneiro/Áries (18º), na Casa 4 faz oposição a Úrano natal em Balança/Libra (19º 11’), na casa 10. Para os leitores mais avançados em astrologia: este planeta está a 1º 39’ da cúspide da Casa 11 da dona deste mapa. Faço esta ressalva, pois, como se sabe, um planeta natal que esteja a 3º da casa seguinte, influencia grandemente essa casa. Há linhas astrológicas que indicam até 5º de diferença. Concedo estes 5º em circunstâncias muito especiais, o que não é o caso.
No post anterior escrevi que os componentes básicos de um trânsito são estes:
1Ter em conta a natureza do planeta natal que recebe o trânsito, assim como o seu posicionamento por signo e casa.
Neste caso estamos a falar de Úrano em Balança/Libra, na casa 10. A natureza deste planeta com este posicionamento, diz-nos que é uma pessoa moderna e avançada com noções avant-gard sobre relacionamentos, intensas experiências de vida, um âmbito social alargado que toca ambos os extremos do espectro comunitário, que irá contribuir para a sociedade com valores diferentes mas amplamente apreciados, que podem ir de noções de justiça, códigos legais a práticas profissionais. A astrologia e outras terapias pouco convencionais, podem estar envolvidas. A ênfase principal é a sociedade.
Por estar na Casa 10, será alguém que profissionalmente é visto como pouco comum. Lembro-me de ter visto uma fotografia da dona do mapa a escalar um monte, à corda, acompanhando os operários com quem trabalha. Esta posição predispõe a pessoa para áreas científicas, humanitárias e ocultas; electrónica, matemática e astrologia são profissões típicas. Seja qual for a carreira escolhida, haverá inovações nos métodos e técnicas. São pessoas que têm muita força de vontade e fazem contribuições singulares na profissão. Uma certa dificuldade de lidar com pessoas em posições de autoridade.
Não posso alongar-me mais, para isto não se transformar num manual. Os principiantes que ainda não estejam preparados para um curso formal, podem estudar e aprofundar estas matérias no site da «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este aviso serve para o resto do exemplo.
2A seguir, concentre-se na natureza do planeta em trânsito.
Como indiquei mais acima, trata-se de Marte em Carneiro/Áries, na Casa 4.
Marte a transitar por Carneiro/Áries caracteriza uma energia irreprimível que precisa encontrar uma maneira de se expressar. Esta é a posição básica do impulso inicial para a acção e auto-expressão, conduzindo à experiência evolucionária. Ao trânsitar por este signo indica energia, iniciativa, coragem e impulsividade. O impulso de realizar coisas leva à criatividade e ao início de muitos novos projectos. Há capacidade de liderança. Não esqueçamos que é um signo cardinal. Por estar a passar pela Casa 4, este montão de energia toca naquilo que são as bases das pessoas, da família, de propriedades imobiliárias.
Portanto, sabendo que estes dois planetas estão em contacto, podemos dizer que há uma «premência», uma «necessidade intensa», uma «vontade inquestionável» naquilo em que se manifestar o trânsito.
3Obviamente, ter em conta o ângulo do trânsito para determinarmos que aspecto faz.
Na data em que iniciei a escrita deste artigo, o mapa desta pessoa dizia-me que entre Marte em trânsito e Úrano natal havia cerca de 180º a separá-los. O aspecto é a oposição. Isto diz-nos que a «premência», da «necessidade intensa» ou da «vontade inquestionável» que mencionei acima tinha que ser resolvida de alguma maneira. Há uma luta de opostos com potencial de integração. Porque Marte, em saindo desta oposição (quando publicar o texto, talvez tenha saído) encaminha-se para aspectos facilitadores com Úrano.

O que quer que seja a ser feito, tem que funcionar com imensa energia, alguns solavancos, a planificação a não funcionar em pleno (dependendo de outros aspectos, claro!). Como envolve as casas 4 e 10/11 da dona do mapa, apresentaria as
hipóteses prováveis para este trânsito, analisando apenas estes breves componentes básicos de um trânsito:
a) Terá havido alterações na casa onde a dona do mapa vive? Essas alterações foram ocasionadas por situações de alguma forma inesperada? [Úrano]
b) Havia planos para essas possíveis alterações, [Marte] mas tiveram que ser postos em prática antes
[Úrano] da altura em que eventualmente teria sido mais desejado ou planificado?

c) Terão sido obras ou uma mera limpeza com umas pinturas à mistura, para refrescar o ambiente?
[Marte]

d) As alterações
[Úrano] que ocorreram não foram feitas de forma insensata, pois ambos signos são cardinais [Carneiro/Áries - Balança/Libra]. No entanto, envolveu cansaço e grande esforço físico. [Marte]

e) Será que as alterações
[Úrano] ocorridas envolveram equipamentos sofisticados?[Úrano]

f) As alterações mencionadas terão sido levadas ao extremo de poderem representar mudança de casa?
[Marte/Úrano]

g) Será que para a concretização destas alterações, houve envolvimento de meios profissionais ou de amizade da dona do mapa?
[Casa 10/11 - exemplos: ajuda física, empréstimo de viaturas, etc.]
Seguiram o meu raciocínio ou fui muito confuso na explicação?

Qual é a sua opinião? Agradeço contribuições e debate nos comentários.
Peço à pessoa visada – ela sabe quem é – que não facilite demasiado com a sua resposta, mas fica desde já convidada a voltar a este post mais tarde, para nos esclarecer devidamente. É o feedback do cliente.
.

Entrevista a Marcelo Dalla, do «Dalla Blog»

20 de maio de 2009 · 81 comentários

Marcelo Dalla
Conheça o «Dalla Blog».

Não me vou alongar a explicar quem é Marcelo Dalla, o autor do «Dalla Blog», pois a entrevista explica tudo e uma visita ao seu blog dá-nos a dimensão deste artista dos Novos Tempos. Ele próprio define que a missão do seu blog é «trazer mais luz, beleza, cor, arte e alegria pro nosso mundinho necessitado disso», para além de conseguir com sucesso a junção da «arte e espiritualidade - a arte como um portal para a espiritualidade».

Dou apenas uma ajuda dizendo que o Marcelo Dalla, no seu blog trata de temas tão abrangentes como estes: ilustrações, espiritualidade, filosofia, expansão da consciência, astrologia, humor (clicar nestas palavras para conhecer o seu pensamento).

Acho muito curioso que esta entrevista seja publicada no 1º dia do signo de Gémeos, sendo o entrevistado e o entrevistador desse signo. Marcelo Dalla cumpre o seu aniversário no dia 22 de Maio. É já, já...

Conheça o «Dalla Blog».

Pode clicar nos nomes dos blogues, a vermelho, para os conhecer.

Porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?

A princípio, o propósito era divulgar meu trabalho. Tinha muitas ilustrações e textos guardados no computador, considerava um desperdício não mostrar pra ninguém. Criei então o primeiro Dalla Blog na UOL – www.dallablog.zip.net – há uns anos atrás. Mas na época não havia os recursos de interatividade que temos hoje, o blogue funcionava mais pros amigos e pros clientes em potencial. Sempre que visitava uma agência, uma editora ou uma revista, deixava lá o endereço do blogue. Quando comecei a trabalhar como astrólogo, passei a desenvolver também temas relacionados ao autoconhecimento, à filosofia e à espiritualidade.

Ano passado percebi que era bobagem ficar pagando assinatura da UOL apenas pra manter aquela página. Por causa disso, mudei o endereço pro Blogger, que é gratuito. Só que aos poucos fui descobrindo as outras vantagens dessa troca. O Blogger oferece mais opções de templates. A página ficou mais bonita. Segui testando os “gadgets” e as configurações... mas o blogue da UOL tinha um contador automático de visitas, o Blogger não tem. Por pura ignorância, achava que era isso mesmo. Não tinha e pronto. Também não seguia outros blogues. Postava textos, imagens e ficava esperando comentários. Nada. Divulgava pros amigos. Nada. Muito de vez um quando um comentariozinho tímido. Depois, silêncio total.

Assim mesmo, do nada, o Murilo do PALAVRAS DE OSHO surgiu como o primeiro corajoso seguidor. Não sei como me achou, mas foi uma alegria e uma honra ver a carinha do Osho lá. Segui fuçando mais um pouco e descobri que dava pra colocar um contador no blog. No dia 9 de Abril (mês passado) instalei o Neocounter, junto com um post de desabafo intitulado FEED BACK*, no qual eu me queixava da falta de comentários e dizia que daqui pra frente iria comprovar se o blog estava mesmo abandonado às traças. Foi então que recebi um enorme e generoso comentário do Murilo com sugestões e dicas de divulgação - que eu tinha que interagir, me tornar seguidor de outros blogs, participar mais, comentar, entrar no Twitter, no Google Analytics, etc, etc, etc. Passei a fazer tudo (ou quase tudo) o que ele me sugeriu. De repente... BUM!!!! Em apenas um mês ganhei mais de 50 seguidores, muitos novos amigos, 5 selos e estou aqui a dar entrevista pro COVA DO URSO. Fantástico!

* - [Do António Rosa: Na resposta original, o Marcelo não forneceu o linque do post Feed Back. Tive curiosidade de conhecer e fui ler. Encontrei um post muito ternurento e conformado, que revela a humildade do seu autor, está bem escrito, e é surpreendentemente naive, para além de ter o fabuloso comentário do Murilo, que é uma aula para qualquer bloguista. Não hesitei: coloquei o linque. É um post e comentário absolutamente únicos na blogoesfera.]

Foi como descobrir um mundo novo. A blogosfera é realmente um universo particular e neste universo me faltava desenvolver uma das qualidades principais do geminiano, que é a capacidade de integração. Grande lição, essa! O objetivo agora é caprichar cada vez mais nos posts. Continuar compartilhando descobertas e aprendizado. Na medida do possível, trazer mais luz, beleza, cor, arte e alegria pro nosso mundinho necessitado disso. Conhecer mais pessoas, aprender mais com outros blogs, fazer mais e mais amigos. O prazer e a alegria estão em tudo isso e em saber que meu trabalho agrada. Receber tantos elogios e tanto carinho em cada comentário é um grande incentivo para continuar. Este é o feed back que faltava!

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem resolvido a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?

Considero o tema do Dalla Blog definido e abrangente ao mesmo tempo. Resume-se em arte e espiritualidade - a arte como um portal para a espiritualidade. Melhor: para a multidimensionalidade. Este grande tema abre um leque de subtemas: ilustração, música, design, poesia, literatura, humor, teatro, astrologia, filosofia, magia, religião, história, ecologia. Como geminiano seria difícil me prender a um tema restrito e específico. Todos estes assuntos me interessam e tenho alguma familiaridade com todos eles por causa do meu trabalho.

O que no princípio era uma página que servia apenas para divulgar minhas produções, agora se tornou um espaço para compartilhar luz em forma de amor e sabedoria. Divulgar também o maravilhoso trabalho de outros colegas, sempre que possível. Formar uma ponte entre as pessoas. Acredito que o único caminho para a felicidade é o autoconhecimento e a expansão da consciência e como comunicador trabalho cada vez mais com este objetivo. Shin Tau, do GRIMOIRE, escreveu em sua entrevista:É como se este Amor que há em mim tivesse encontrado um lugar para ser dirigido”. Esta frase é perfeita.

Além do mais, um blogue é uma revista eletrônica instantânea que nos permite liberdade total e alcance mundial. Não temos que agradar chefes nem clientes (apenas os leitores que estão em sintonia), não temos que assinar nenhum contrato, não há burocracia. É melhor do que montar uma programação de TV, porque não há aquela terrível pressão do ibope. Hoje fico pensando: - como conseguíamos sobreviver sem internet? (rsrsrs)

Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?

Como já disse, há bem pouco tempo passei a interagir com outros blogues. O segredo é interagir! Isso é básico e eu estava perdendo tempo por pura ignorância, ou ingenuidade, ou lerdeza, como preferir (rsrsrs). Divulgo meu blog no jornal para o qual trabalho em São Paulo (Jornal DESTAK) e no meu site parceiro, o PORTAL SÃO PAULO 24 HORAS. Divulgo também no Orkut e no Twitter (com o qual ainda estou me familiarizando). Falta o Facebook e o Blogblogs... (o que mais vão inventar?)

Agora percebo que há toda uma tecnologia desenvolvida para blogueiros. Widgets, feeds, templates... Inclusive blogues especializados no assunto, como o excelente DICAS BLOGGER. Tenho aprendido muita coisa por lá e por aqui também, no COVA DO URSO.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?

Os comentários são importantíssimos! Já disse que são um grande estímulo, certo? É uma delícia abrir a página e encontrar um monte de comentários pra responder e dialogar. E é justamente daí que surgem as novas amizades. Procuro retribuir a todos e comentar muito em outros blogues. Tomei gosto por isso. Faço também questão de repassar os selos que recebo. Por mais que critiquem correntes, acho que os selos resultam numa grande confraternização bloguística. Outra coisa que pretendo desenvolver cada vez mais: lançar questões nos posts para que o espaço de comentários se transforme num fórum de discussão. Isso você sabe fazer com maestria aqui, Antônio. Inspiro-me muito.

Quais os blogues que mais aprecia (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeu com eles?

Gosto de todos os blogues que sigo e se fosse citar todos eles aqui a lista ficaria imensa! Estão listados lá no meu perfil, caso alguém se interesse (rsrsrs). Quero citar mais uma vez este blogue aqui e o do Murilo, o PALAVRAS DE OSHO. Vocês dois são meus gurus da blogosfera! Gostaria também de citar dois blogues especiais, por sua Luz, e por considerar que fornecem conteúdo essencial neste importante momento histórico que vivemos (a transição para a Era de Aquário). O MONÓLOGO AMOROSO, que nos conta sobre a quinta dimensão para a qual estamos despertando com graça e simplicidade. E o AFIRMAÇÕES DE LUZ, que contém valiosas afirmações concebidas para nos ajudar a reprogramar o pensamento negativo em pensamento positivo. Amigos, a humanidade vive agora um grande despertar. Trabalhemos para que seja o mais rápido, divertido e indolor possível!

É possível fazer amizades na blogoesfera? Marcelo, pode deixar aqui os seus contactos, para o caso de haver pessoas interessadas em falar consigo?

Claro, já fiz várias e pretendo fazer muitas outras, ao infinito. Antônio, posso me considerar seu amigo, certo? (rsrsrs) Mas as amizades “virtuais” podem muito bem se transformar em amizades “reais”.

Quem quiser pode me adicionar no Orkut, no Twitter e no Messenger (marcelodalla@hotmail.com). Estou à disposição para consultas astrológicas (atendo em São Paulo, em Itajubá/MG, ou pelo Skype). Ofereço também meus serviços como ilustrador e atista gráfico. Além disso, tenho uma peça de teatro - Curso de Porte e Postura - comédia musical que há 15 anos roda o Brasil. Vale frisar que não é só pra falar sobre trabalho e contratar meus serviços que estou à disposição. Gosto de fazer novos amigos, de verdade, e aprender com eles.

Acho que já falei demais, quero finalizar agradecendo. Todas as pessoas que tenho encontrado são muito carinhosas, gentis, inteligentes. É maravilhoso isso. Agradeço mais uma vez a você, Antônio, por seu trabalho incrível e competente. Orgulho e honra para os geminianos comunicadores! E agradeço também ao Murilo, meu primeiro seguidor e grande incentivador.

Um beijo no coração de todos!
Axé!
Namastê!
Para o alto e avante!!!!

Muito obrigado, Marcelo. Claro que sim, também me considero seu amigo. :) Que o dia 22 seja muito feliz para si. Nem vale a pena colocar segurança na porta da sua festa de aniversário, que eu entro na mesma.

Conheça o «Dalla Blog».

Marcelo Dalla é autor convidado do nosso site
«Escola de Astrologia Nova-Lis».

(clicar para conhecer a sua página pessoal)

30 de maio de 2009

Yo Yo Ma


Nesta altura do ano entra-me sempre esta nostalgia de desejar estar lá novamente, nem que fosse para ouvir 'Libertango', de Astor Piazzolla, no seu próprio ambiente. Que serão, aquele! Fica aqui uma deliciosa interpretação de Yo Yo Ma - o senhor de camisa azul, violoncello. Bom fim-de-semana.

29 de maio de 2009

Não és apenas o corpo físico que habitas

Aquilo que chamas de «eu» - e que já vais entendendo que é bastante mais que apenas o teu «corpo físico e algo mais» -, na verdade, é uma série de corpos que habitam diferentes planos. No plano deste planeta que habitas, tens contacto permanente com 3 planos, dois deles invisíveis aos teus olhos nas circunstâncias mais comuns da tua rotina diária. Eventualmente, terás contactos intermitentes com o plano intuitivo.

Tens esse corpo físico em que te movimentas e que pertence ao plano físico. É aquilo que estudas em astrologia como sendo o teu Ascendente com uma grande ajuda do Sol, no nível mais básico da consciência. Em simultâneo, lidas continuamente, com o teu corpo emocional, que pertence ao plano astral. Como sabes, ao nível do registo básico, a Lua rege este corpo. Também tens consciência do teu corpo mental, que pertence ao plano mental. Em astrologia do 1º nível, Mercúrio é o planeta que rege a tua consciência mental.

Talvez saibas que estes 3 corpos são a representação na fisicalidade planetária daquilo que chamamos de personalidade.
É o reflexo físico da consciência superior que és. Estes estados de consciência física retratam o princípio alquímico da materialização divina: Vontade, Sabedoria, Amor. Úrano, Mercúrio e Vénus são as suas representações astrológicas.

Voltando aos teus corpos físico, emocional e mental (os da Personalidade, reflexo da Lei Divina), podemos adiantar que Júpiter [espírito] simboliza a consciência do corpo físico (plano físico). Marte simboliza a consciência do corpo emocional (plano astral). A Lua simboliza a consciência do corpo mental (plano mental).

Quando estes três estados de consciência e os veículos através dos quais operam se encontram todos combinados no corpo físico único, são vitalizados pelo Sol, que proporciona o prana, ou força vital; quando este prana se retira do aparelho físico, produz-se o desencarne.

Fiquemo-nos hoje pela Personalidade. Outro dia comentaremos a Individualidade. Entretanto, resta-me apenas dizer-te que também consegues contactar, de forma intermitente, com a tua Alma, o teu corpo que pertence ao plano intuitivo. A maioria das vezes achas que contactas com a tua Alma, quando em meditação. Porque te sentes tão bem, tão bem, tão bem, que entendes ser isso. Ainda bem que sentes isso.

Se fores um Buda iniciado, talvez contactes com com o teu corpo espiritual. Quanto aos teus outros corpos do gráfico acima, esquece isso, de momento. Não os contactas. És contactado por eles, sem que tenhas consciência disso.

Para que tenhas uma pequena e muito pálida ideia, se tendo ainda corpo físico, conseguisses contactar a tua mónada, ficarias imediatamente em total prostração, reverência e em absoluta redenção. O mais certo seria desencarnares, imediatamente. Acompanhado pelos teus Anjos. Isso, nem na mais entregada meditação. Não confundas as coisas. És simplesmente contactado, através dos teus corpos emocional e mental. Se não estiveres em desiquilíbrio pessoal. No entanto, és sempre «tu».


Gráfico de Pedro Elias.

Se entender que os temas astrológicos impedem a sua compreensão mais corrente, elimine-os da sua leitura. Fique com a essência do assunto. Se quiser, claro!

Saturno em Virgem: datas de nascimento

As pessoas nascidas nas datas indicadas a seguir têm Saturno em Virgem:

19-09-1948 03-04-1949
29-05-1949 19-11-1950
08-03-1951 12-08-1951
17-11-1977 05-01-1978
26-7-1978
20-9-1980
02-09-2007 – ...
E os que irão nascer:
... até 29-10-2009
08-04-2010 – 21-07-2010


Medos (carma) associados a Saturno em Virgem: De não ser perfeito, tenta fugir a sentir ou manifestar emoções. [É necessário verificar os aspectos natais para especificar ainda mais.]

Predisposição para padecer de enfermidades intestinais, obstipação e doenças nervosas; melhoraria de saúde se cultivasse o sentido do humor. Saturno no signo de Virgem indica pessoas práticas, exigentes e trabalhadoras. Elas preocupam-se com detalhes, precisão e eficiência, especialmente no trabalho. Devem aprender a descansar e a cultivar o sentido de humor. Obviamente, outros aspectos natais podem diluir estas características.

28 de maio de 2009

Santos e santinhos

De vez em quando lembro-me de fazer os top top, mencionando aqui 2 ou 3 posts que me chamem muito a atenção, ou então um blogue que tivesse conhecido e que valesse a pena partilhá-lo com os leitores do 'Cova do Urso'.

Esta semana conheci o
«Santos e Santinhos», sendo Bartolomeu, o seu autor. Gostei muito do blogue, pois é especial. Só visitando-o com atenção para se perceber o que quero dizer com 'especial'. Há vários dias que está na minha «Comunidade».

Deste blogue destaco um notável conjunto de posts intitulados
«História de Maria» [Evangelho de Tiago].
O texto é apoiado por ilustrações (fotos, pinturas, etc.) muito apropriadas, revelam uma enorme investigação iconográfica, que resultaram numa mensagem simples, mas culta, clássica, sem abdicar de modernidade, com bom gosto e convicções. Publicados todos em Maio, o mês de Maria. O que é muito bom, é arrebatador.

Igualmente excelente é a série «Ave Maria», também de Maio. Estou curioso, para ver o que o mês dos santos populares nos reserva. Suspeito que o seu autor não vai gostar de se ver exposto.

27 de maio de 2009

Tu crias um campo electromagnético em ti


«Tu crias um campo electromagnético em ti, esse campo atrai-te para um pólo magnético, o pólo magnético pode ser formado por várias pessoas ou não, depois é gradualmente atraído para uma base de resgate onde já estão a chegar outros pólos magnéticos e, de repente, tens uma base de resgate que é um contentor de milhares e milhares de indivíduos que vão parar a uma zona do mundo: a um vale, a uma montanha, sem saber porquê. Esses grupos são coordenados por dentro, por uma evidência do coração.

Nas áreas de resgate a vibração dos corpos é levada ao máximo, isto é, a distância entre biofísica, bioquímica e mónada é diminuída e isto não tem nada a ver com comer ou não comer carne, ou beber vinho, ou ter 3 namoradas ou não ter nenhuma. Se tu tens que chegar lá é porque há uma pureza central no teu ser que se põe nesse alinhamento e uma vez chegado aí, Eles aceleram a vibração ao máximo.

Agora, se eu não faço uma purificação profunda da personalidade antes, pode ser extremamente intenso, por isso é que é importante ir trabalhando os corpos agora, ir pondo de parte tudo o que seja demasiado denso.»

André Louro de Almeida

Alinhados


Quíron - Júpiter - Neptuno
alinhados no grau 26 de Aquário.

Benção, para todos.

Leitura recomendada, aqui.
Outra leitura recomendada, aqui.

Nem sei fazer as contas para vos dizer quando
é que este alinhamento dos 3 planetas voltará a ocorrer.
Daqui a 50 anos Quíron e Neptuno voltam a se encontrarem.
Tudo dependerá de Júpiter. O próximo encontro não será em Aquário.


Graus críticos

Diz-se que certos graus dos signos são muito mais importantes que outros, para o bem ou para o mal. São os chamados graus críticos.

Nos signos Cardinais: 1º - 13º - 26º
Nos signos Fixos: 9º - 21º
Nos signos Mutáveis: 4º - 17º

Para além disso, também se diz que se deve prestar atenção a planetas que estejam no grau 15º dos signos fixos, por serem signos associados aos Senhores do Carma. Recomendo que se olhe com atenção para os graus de expiação - o 29º de todos os signos.

As Luas na Ericeira


Vou estar um pouco ausente do blogue, a preparar este evento na Ericeira. São várias Luas para estudar de modo a receber bem as minhas amigas. A sala está quase cheia. Vai ser uma festa.

26 de maio de 2009

Os lagos argentinos

Adicionar legenda

Mapa da Rota dos 7 lagos

Saindo de San Martin de Los Andes vai fazer o seguinte percurso:

20 km – Punto Panorâmico Arroyo Partido

25 km - Rio Hermoso

30 km -  Lagos Machonico

35 km - Lago Hermoso

50 km -  Cascada Vullignanco  
50 km -  Lago Falkner  
50 km -  Lago Villarino

60 km – Lago Pichi Traful

80 km – Lago Espelho Chico
80 km – Lago Espelho grande

85 km -  Lago Correntoso

110 km – Vila de Angostura


As ilustrações dos lagos foram recolhida no blogue «Navegante do Infinito».


Lago Nahuel Huapi - localizado na Patagónia Argentina, dispõe de uma geografia bastante irregular, o que proporciona uma beleza incomparável, em função das suas baías, penínsulas e praias de areia vulcânica e pedra. Nas suas margens, está localizada a famosa cidade turística de Bariloche.


Cidades onde ficam as principais atrações turísticas no noroeste argentino: Neuquén • San Carlos de Bariloche • Villa La Angostura • San Martín de los Andes • Junín de los Andes • El Bolsón • Esquel

Embora corresponda geograficamente à porção noroeste da Patagónia, o chamado “Distrito dos Lagos” é, do ponto de vista turístico, uma região distinta, que inclui Bariloche se estende da capital da Província de Neuquén a Esquel, na província de Chubut. As paisagens de Bariloche e seus arredores, “de cartão postal”, marcadas por montanhas, rios, florestas e, é claro, muitos lagos, são daquelas com as quais todo mundo sonha um dia ver de perto.








A cidade de Villa La Angostura encontra-se localizada no departamento Los Lagos no sul da província de Neuquén, na Patagónia Argentina. Sobre a margem noroeste do Lago Nahuel Huapi.

Encontra-se encravada no setor norte do Parque Nacional Nahuel Huapi, entre os picos Bayo (1792 m), Inacayal (1849m) e Belvedere (1992m) e o istmo que conecta con a península de Quetrihue, que dá acesso ao Parque Nacional Los Arrayanes.

É considerada uma das aldeias mais bonitas da Patagónia. Sobre a sua margem esquerda se encontra o lago Nahuel Huapi e sobre a margem direita o lago Correntoso. É um importante centro pesqueiro de salmonídeos sobre tudo no rio Correntoso, um rio de apenas 200 m que une os dois lagos.

Conta com importantes pistas de esquí em Cerro Bayo. As condições de edificação respeitando um tradicional estilo alemão, a qualidade de seus chocolates e suas comidas típicas (cervo e trutas) convertem em um local ideal para aquelas pessoas que desejam passar um período de descanso rodeados pela natureza.

A localidade, catalogada como “aldeia de montanha”, apesar de que conta já com uma população um tanto abundante para ser considerada aldeia, está en uma posição estratégica: a quase meio caminho entre San Martín de los Andes e Bariloche, cidades muito maiores que ela e com uma atividade turística ainda maior. Villa la Angostura está rodeada de uma natureza exuberante e em grande parte virgem. Lagos cristalinos, montanhas, vales, bosques. O turista pode contar com absoluta liberdade.




Lagos nas regiões dos glaciares.


O denominado Balneário do Lago Correntoso, é o lugar escolhido pelos moradores e visitantes da Villa no verão. Pode-se chegar a ele transitando quatro quilômetros e meio pela R.N 231 para o Caminho dos Sete Lagos virando depois à esquerda.

Este balneário não apenas conta com um camping completo para acampar com a família ou amigos, mas com a beleza das águas cristalinas e cálidas do lago Nahuel Huapi, ideais para mergulhar e refrescar-se quando as temperaturas são muito altas.

Por outra parte também é possível percorrer o rio classificado como o mais curto do mundo, o famoso rio Correntoso, fascinante por suas particularidades paisagísticas e ideal também para os pescadores.


















As ilustrações dos lagos foram recolhida no blogue «Navegante do Infinito».

.

Entrevista a Adriana Canova, do «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso»



Por favor, clique no título, acima, na barra vermelha para abrir toda a entrevista.

Adriana Canova

Nickname na blogoesfera: Eu Sou Você

Seus blogues: «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso»


Caro leitor/a: Sabe, aquela sensação especial, quando chegamos a um local e sentimos um grande bem-estar, uma sensação de estarmos em casa? Foi assim que me senti quando entrei pela primeira vez nos blogues da Adriana. Prazer, paz, liberdade, identificação, amor, energia transbordante, tudo isto e muito mais. Olhando com mais atenção, percebi que estava perante um «projecto», algo Maior a nós mesmos. O «Dimensões Internas», minimalista e do azul profundo da alma. O «Monólogo Amoroso» para entendermos o que a alma já havia sentido.
«Então, vou recolhendo os sinais que encontro pelo Caminho... Assim me lembro de que o tempo não existe e lá dentro está o ponto... de onde partimos... e para onde retornamos... Todas as partes de nós.»


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]


Porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?


Eu fui uma racionalista de plantão grande parte desta minha vida. Até começar a “ouvir estrelas...”, como o poema. E fui apresentada a um outro mundo. Desde então, faço um curso intensivo para aprender que, não importa a extensão do Caminho trilhado, ele segue sempre o sentido da mente ao coração... e todo percurso é pura aventura de um Ser amoroso a se conhecer. Essência que a razão desconhece.

Em 2006, recebi um pacote de inform
ações que foi publicado, com a ajuda de pessoas queridas, em um livro chamado Manual para um Monólogo Amoroso e de lá pra cá, me dedico a compreender amorosamente aquele conteúdo. Como parte deste aprendizado, resolvi criar o blog - Dimensões Internas - em 2008. E há dois meses, iniciei a apresentação do Manual, em outro blog - o Monólogo Amoroso. Os dois blogs não se destinam a nenhum nicho específico. Estão abertos a quem quiser chegar... Sou um bebê aprendendo a celebrar a Alvorada que estamos co-criando!

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem resolvido a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?


Obrigada pela observação. Recebo como estímulo! O Dimensões Internas é uma maneira de dar seqüência ao conteúdo do Ma
nual. Eu diria que são rascunhos da aprendizagem. Por algum bom motivo, acabei invertendo a ordem de publicações. Quem sabe eu pudesse ter criado primeiramente o Monólogo Amoroso. Mas, fui seguindo o fluxo. E assim está feito. De trás para frente... Os blogs são o próprio trabalho, por enquanto. E pra ser sincera, não dão trabalho. São pura diversão.
Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?

Nadinha. Sou uma completa ignorante com respeito a qualquer mecanismo de divulgação. Internet para mim é um univ
erso complexo. Vou tateando... na maioria das vezes, por intuição. Conto é com a generosidade das pessoas que passam o endereço adiante. Mas, nós respondemos a uma ressonância cósmica. Muito mais do que imaginamos. E com certeza isto também ajuda. Depois, quando iniciei o blog, escolhi ficar quietinha... Pode parecer estranho... publicar por que, então? É que tenho aprendido que tudo tem seu tempo certo. E no momento de cada um, os encontros acontecem.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?


Engraçado... No início não respondia a nenhum comentário para permitir que as pessoas se expressassem livremente. Só há pouco tempo percebi que se eu não respondesse, ficaria mais difícil interagir. Coisa de quem vai tropeçando na blogosfera. Hoje dou sempre um retorno às pessoas. Não sei se elas lêem porque seria preciso voltar à página. Mas, assim me
sinto interagindo. E procuro participar de outros blogs. É uma delícia receber comentários. Aquecem o coração! De qualquer forma, respeito àqueles que preferem o silêncio também.
Conte-nos um pouco sobre o seu avatar e no nome que escolheu para se apresentar, no caso de ser um nickname.

O avatar é muito simples. Uma imagem que fiz, brincando com o photoshop. Quando não tenho para onde ir, volto ao azul... Já o nick está relacionado com o conteúdo do Manual. Eu Sou Você é um modo de nos reconhecermos em 5ª Dimensão :) Mas, as pessoas que freqüentam o blog sabem que meu nome é Adriana Canova
.


Quais os blogues que mais aprecia (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeu com eles?

A indicação é um agradecimento pelo trabalho e dedicação daqueles que alimentam a blogosfera de vida. Uma parte já é conhecida de entrevistas anteriores, aqui no Anel do Coração. Deixarei gente muito boa de fora, me perdoem! Aprendo muito com todos, cada qual em sua dimensão.

LivreLuz - de Silvia Duprat. É dela também, Ouvindo livros, um dedicado trabalho para transformar em áudio o conteúdo do Manual, como apoio àqueles que não podem ler, ou que preferem ouvir.

Lúcia Campos Virtual - que escreve belos artigos para refletirmos.

História Encantada – de Tereza Ferraz. Uma rede que surge para reunir pessoas que gostam de escrever, a partir da energia-coração.

Memórias de Vidas Passadas – de Izabel Viégas, psicoterapeuta que está inaugurando um novo e belo blog.

Grimoire, de Shin Tau e Jardim, dela e de IdoMind. Através de Shin Tau é que comecei a passear por lindos espaços, em Portugal.

Metamorfose, Dalla Blog, Makyarim, Momentos Recortados, Brilho da vida, Paraladabruma, A Torre Mágica, Keep your mind wide open, A melhor alternativa, Isa Grou, Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras – de pessoas sensíveis e talentosas, com capacidade para inspirar muitos.

Bandarravet, de Maria Paula e A dinâmica do invisível, de Astrid Annabelle - Dois belos trabalhos que conheci aqui.

Cova do UrsoAntónio Rosa é um construtor de pontes. E de pontes no interior de pontes, no interior de pontes... Construí-las é uma das ações mais generosas que existem. Visíveis ou invisíveis, elas nos conduzem a novos mundos, novas dimensões. Obrigada por mais esta ponte, António!

É possível fazer amizades na blogoesfera?

Sem dúvida. Talvez muitos não encontraremos pessoalmente. Mas, o tempo é propício e, com certeza, já nos reencontramos Lá... ;) Estou aprendendo a reconhecer o que é distância e proximidade. E o coração é mesmo um sexto continente que reúne todas as partes de nós, sem fronteiras.

Agradeço de coração a quem empenhou seu tempo na leitura desta entrevista.
Um abraço fraterno a todos.
Amor e Luz!
É tudo que precisamos.

Muito obrigado, Adriana. [Com que então, pontes!?! Gostei.]


24 de maio de 2009

Top Top

Foto de família

É domingo e ao dar uma volta pela bloga, fixei estes 3 posts,
por os ter apreciado muito:


Na casa da Joana
«Uns já sabem, os outros ainda estão por descobrir...»

Na casa do Ruleandson
«Direto ao que interessa e sem dramas»

Na casa da Shin Tau
«Reflexão semanal»

23 de maio de 2009

Lincados em ou com Ele?

Eu vejo Deus como esta photo da Fada Moranga no Facebook:
estamos todos ligados, todos somos um, eu sou você,
tu está com o meu Eu. É como aquela palavra moderna: «lincados».

“A opinião comum de que sou ateu repousa sobre grave erro. Quem a pretende deduzir das minhas teorias científicas não as entendeu. Creio em um Deus pessoal e posso dizer que, nunca, em minha vida, cedi a uma ideologia atéia. Não há oposição entre a ciência e a religião. Apenas há cientistas atrasados, que professam idéias que datam de 1880. Aos dezoito anos, eu já considerava as teorias sobre o evolucionismo mecanicista e casualista como irremediavelmente antiquadas. No interior do átomo não reinam a harmonia e a regularidade que estes cientistas costumam pressupor. Nele se depreendem apenas leis prováveis, formuladas na base de estatísticas reformáveis. Ora, essa indeterminação, no plano da matéria, abre lugar à intervenção de uma causa, que produza o equilíbrio e a harmonia dessas reacções dessemelhantes e contraditórias da matéria. Há, porém, várias maneiras de se representar Deus: alguns o representam como o Deus mecânico, que intervém no mundo para modificar as leis da natureza e o curso dos acontecimentos. Querem pô-lo a seu serviço, por meio de fórmulas mágicas. É o Deus de certos primitivos, antigos ou modernos; outros o representam como o Deus jurídico, legislador e agente policial da moralidade, que impõe o medo e estabelece distâncias; outros, enfim, como o Deus interior, que dirige por dentro todas as coisas e que se revela aos homens no mais íntimo da consciência.”

Albert Einstein

22 de maio de 2009

Post nº 500

para esta coisa do quinhentos cheguei a pensar em contar qualquer coisa do género bla-bla-bla e ir misturando com títulos de filmes antigos e assim não digo que vejo as matinés de domingo na tv mencionando a shakira no vídeo la tortura mas na versão original mas isso iria ficar insuportavelmente decadente só para dizer muito muito obrigado leitores então pensei em falar naquele rapaz que anda com a demi moore que em poucos dias angariou mais de um milhão de seguidores no twitter por gravar banalidades da vida dele quem quer saber que ele foi à grosserie comprar manteiga de amendoim foi aí que me ocorreu que se o eça fosse vivo twitaria aquele dramalhão do carlos da maia com a namorada casada não me lembro se ela sofria de tuberculose ou estou a fazer confusão com outra será que a maria bethânea também twita aquelas lindas canções de dor de corno na versão word dois mil e três eu saberia como contar a quantidade de palavras que isto já tem ainda não devo ter chegado à palavra quinhentos mas ao post sim viva eu que tenho cuidado do cova-do-urso não se esqueça de colocar a pontuação

Blog catita


A Patrícia Azenha (Sam de Samsara), do «Princesa Esquimó» considerou o Cova do Urso como um «blog catita». O selo não tem regras, nem obriga a passar aos outros, nem tem o endereço de quem o fez. É um selo catita. Muito obrigado, Sam. Sirva-se, por favor.

Princesa, estou de acordo contigo: o Cova do Urso é um blogue mesmo catita. Muito obrigado.


Esoterismo, espiritualidade, livros e preconceitos


Clicar nas imagens para saber mais sobre cada livro.

Estes 2 títulos acima não são novidades editoriais. São reedições actuais de livros publicados pela primeira vez há 3 anos e que se foram esgotando devagarinho., com tiragens mínimas de 1.000 exemplares. Com capas novas, na nossa nova linha mais minimalista. Reeditar um livro é sempre motivo de júbilo para um editor. Mesmo que a 1ª edição tenha demorado 3 anos a ser escoada!

O funcionamento editorial de livros esotéricos ou espirituais (em Portugal) de autores de língua portuguesa, passa por caminhos nada asfaltados, mais parecendo carreiros de cabras. Continua a haver imenso preconceito sobre este género de livros.

A inteligenzia não os aceita, mas alguns encomendam-nos por telefone, muito em segredo, dizendo abertamente para ser enviado para casa da sogra ou da filha. Cala-te, boca! Os chamados espiritualistas (tradicionalmente alinhados pelo registo channeling) são dados a considerarem «menores» livrinhos de coisas mais práticas, como os que apresento agora. Os Magos, Sacerdotes e praticantes da Alta Magia e Magia Planetária habitualmente não simpatizam com autores que sejam da mesma língua natal. Os teosóficos consideram-se um grupo à parte. Os espiritistas, também. Por aí fora... Tudo, em nome do Amor Maior. Nem sequer estou a falar de religiões.

Claro que não passa de preconceito. O mesmo acontece no ambiente astrológico e no dos pedreiros; no dos bancários e no dos artistas, também. Bom, na verdade quero dizer que isto acontece não pelo que fazemos ou aparentamos ser, mas porque somos seres humanos e estamos mentalmente preparados para desdenhar alguma coisa. A mente inferior opera a estes níveis por ser a guardiã do ego. Tudo faz para evitar que o ego sofra. A mente, mente.

As coisas estão a melhorar. Há 15 anos eram poucos os que se dedicavam a estas «coisas». O mundo da magia começa a ver a luz do dia em blogues de muita qualidade. A espiritualidade começa a ser uma corrente formidável e desdobra-se na blogoesfera. Ainda bem! Mas ainda há imenso trabalho a ser desenvolvido. As organizações secretas já não fazem sentido.

A minha editora tem livros para (quase) todos os gostos. Não tem livros para a Sombra. No entanto, distribuí-los e dar-lhes acesso ao grande público, continua a ser um caminho de cabras. Com muitos pedregulhos. O meu Eu, logo haveria de escolher que tivesse Júpiter em Aquário na casa 9.


21 de maio de 2009

Exemplo prático da interpretação de trânsitos para principiantes - Parte 1

Design by Fada Moranga

Aviso aos leitores não iniciados em astrologia: este é um post muito técnico.

A propósito de um post anterior, intitulado «Interpretação dos trânsitos para principiantes» (clicar aqui), apresento um exemplo prático dividido em 2 partes. Não é um exemplo qualquer, pois é bem real, à data em que escrevo este artigo. Foi retirado do mapa de uma das amigas que frequentam este blogue. Quem é? Quem é?

Para escolher este mapa, olhei para vários, pois interessava-me especialmente procurar um trânsito vivaço que envolvesse um planeta pessoal – Marte -, por ser o mais demorado dos pessoais. A dona do mapa irá reconhecer imediatamente que é do mapa dela que falo.
Aqui vamos nós, iniciando pela criação do cenário: Marte em trânsito, em Carneiro/Áries (18º), na Casa 4 faz oposição a Úrano natal em Balança/Libra (19º 11’), na casa 10. Para os leitores mais avançados em astrologia: este planeta está a 1º 39’ da cúspide da Casa 11 da dona deste mapa. Faço esta ressalva, pois, como se sabe, um planeta natal que esteja a 3º da casa seguinte, influencia grandemente essa casa. Há linhas astrológicas que indicam até 5º de diferença. Concedo estes 5º em circunstâncias muito especiais, o que não é o caso.
No post anterior escrevi que os componentes básicos de um trânsito são estes:
1Ter em conta a natureza do planeta natal que recebe o trânsito, assim como o seu posicionamento por signo e casa.
Neste caso estamos a falar de Úrano em Balança/Libra, na casa 10. A natureza deste planeta com este posicionamento, diz-nos que é uma pessoa moderna e avançada com noções avant-gard sobre relacionamentos, intensas experiências de vida, um âmbito social alargado que toca ambos os extremos do espectro comunitário, que irá contribuir para a sociedade com valores diferentes mas amplamente apreciados, que podem ir de noções de justiça, códigos legais a práticas profissionais. A astrologia e outras terapias pouco convencionais, podem estar envolvidas. A ênfase principal é a sociedade.
Por estar na Casa 10, será alguém que profissionalmente é visto como pouco comum. Lembro-me de ter visto uma fotografia da dona do mapa a escalar um monte, à corda, acompanhando os operários com quem trabalha. Esta posição predispõe a pessoa para áreas científicas, humanitárias e ocultas; electrónica, matemática e astrologia são profissões típicas. Seja qual for a carreira escolhida, haverá inovações nos métodos e técnicas. São pessoas que têm muita força de vontade e fazem contribuições singulares na profissão. Uma certa dificuldade de lidar com pessoas em posições de autoridade.
Não posso alongar-me mais, para isto não se transformar num manual. Os principiantes que ainda não estejam preparados para um curso formal, podem estudar e aprofundar estas matérias no site da «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este aviso serve para o resto do exemplo.
2A seguir, concentre-se na natureza do planeta em trânsito.
Como indiquei mais acima, trata-se de Marte em Carneiro/Áries, na Casa 4.
Marte a transitar por Carneiro/Áries caracteriza uma energia irreprimível que precisa encontrar uma maneira de se expressar. Esta é a posição básica do impulso inicial para a acção e auto-expressão, conduzindo à experiência evolucionária. Ao trânsitar por este signo indica energia, iniciativa, coragem e impulsividade. O impulso de realizar coisas leva à criatividade e ao início de muitos novos projectos. Há capacidade de liderança. Não esqueçamos que é um signo cardinal. Por estar a passar pela Casa 4, este montão de energia toca naquilo que são as bases das pessoas, da família, de propriedades imobiliárias.
Portanto, sabendo que estes dois planetas estão em contacto, podemos dizer que há uma «premência», uma «necessidade intensa», uma «vontade inquestionável» naquilo em que se manifestar o trânsito.
3Obviamente, ter em conta o ângulo do trânsito para determinarmos que aspecto faz.
Na data em que iniciei a escrita deste artigo, o mapa desta pessoa dizia-me que entre Marte em trânsito e Úrano natal havia cerca de 180º a separá-los. O aspecto é a oposição. Isto diz-nos que a «premência», da «necessidade intensa» ou da «vontade inquestionável» que mencionei acima tinha que ser resolvida de alguma maneira. Há uma luta de opostos com potencial de integração. Porque Marte, em saindo desta oposição (quando publicar o texto, talvez tenha saído) encaminha-se para aspectos facilitadores com Úrano.

O que quer que seja a ser feito, tem que funcionar com imensa energia, alguns solavancos, a planificação a não funcionar em pleno (dependendo de outros aspectos, claro!). Como envolve as casas 4 e 10/11 da dona do mapa, apresentaria as
hipóteses prováveis para este trânsito, analisando apenas estes breves componentes básicos de um trânsito:
a) Terá havido alterações na casa onde a dona do mapa vive? Essas alterações foram ocasionadas por situações de alguma forma inesperada? [Úrano]
b) Havia planos para essas possíveis alterações, [Marte] mas tiveram que ser postos em prática antes
[Úrano] da altura em que eventualmente teria sido mais desejado ou planificado?

c) Terão sido obras ou uma mera limpeza com umas pinturas à mistura, para refrescar o ambiente?
[Marte]

d) As alterações
[Úrano] que ocorreram não foram feitas de forma insensata, pois ambos signos são cardinais [Carneiro/Áries - Balança/Libra]. No entanto, envolveu cansaço e grande esforço físico. [Marte]

e) Será que as alterações
[Úrano] ocorridas envolveram equipamentos sofisticados?[Úrano]

f) As alterações mencionadas terão sido levadas ao extremo de poderem representar mudança de casa?
[Marte/Úrano]

g) Será que para a concretização destas alterações, houve envolvimento de meios profissionais ou de amizade da dona do mapa?
[Casa 10/11 - exemplos: ajuda física, empréstimo de viaturas, etc.]
Seguiram o meu raciocínio ou fui muito confuso na explicação?

Qual é a sua opinião? Agradeço contribuições e debate nos comentários.
Peço à pessoa visada – ela sabe quem é – que não facilite demasiado com a sua resposta, mas fica desde já convidada a voltar a este post mais tarde, para nos esclarecer devidamente. É o feedback do cliente.
.

20 de maio de 2009

Entrevista a Marcelo Dalla, do «Dalla Blog»

Marcelo Dalla
Conheça o «Dalla Blog».

Não me vou alongar a explicar quem é Marcelo Dalla, o autor do «Dalla Blog», pois a entrevista explica tudo e uma visita ao seu blog dá-nos a dimensão deste artista dos Novos Tempos. Ele próprio define que a missão do seu blog é «trazer mais luz, beleza, cor, arte e alegria pro nosso mundinho necessitado disso», para além de conseguir com sucesso a junção da «arte e espiritualidade - a arte como um portal para a espiritualidade».

Dou apenas uma ajuda dizendo que o Marcelo Dalla, no seu blog trata de temas tão abrangentes como estes: ilustrações, espiritualidade, filosofia, expansão da consciência, astrologia, humor (clicar nestas palavras para conhecer o seu pensamento).

Acho muito curioso que esta entrevista seja publicada no 1º dia do signo de Gémeos, sendo o entrevistado e o entrevistador desse signo. Marcelo Dalla cumpre o seu aniversário no dia 22 de Maio. É já, já...

Conheça o «Dalla Blog».

Pode clicar nos nomes dos blogues, a vermelho, para os conhecer.

Porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?

A princípio, o propósito era divulgar meu trabalho. Tinha muitas ilustrações e textos guardados no computador, considerava um desperdício não mostrar pra ninguém. Criei então o primeiro Dalla Blog na UOL – www.dallablog.zip.net – há uns anos atrás. Mas na época não havia os recursos de interatividade que temos hoje, o blogue funcionava mais pros amigos e pros clientes em potencial. Sempre que visitava uma agência, uma editora ou uma revista, deixava lá o endereço do blogue. Quando comecei a trabalhar como astrólogo, passei a desenvolver também temas relacionados ao autoconhecimento, à filosofia e à espiritualidade.

Ano passado percebi que era bobagem ficar pagando assinatura da UOL apenas pra manter aquela página. Por causa disso, mudei o endereço pro Blogger, que é gratuito. Só que aos poucos fui descobrindo as outras vantagens dessa troca. O Blogger oferece mais opções de templates. A página ficou mais bonita. Segui testando os “gadgets” e as configurações... mas o blogue da UOL tinha um contador automático de visitas, o Blogger não tem. Por pura ignorância, achava que era isso mesmo. Não tinha e pronto. Também não seguia outros blogues. Postava textos, imagens e ficava esperando comentários. Nada. Divulgava pros amigos. Nada. Muito de vez um quando um comentariozinho tímido. Depois, silêncio total.

Assim mesmo, do nada, o Murilo do PALAVRAS DE OSHO surgiu como o primeiro corajoso seguidor. Não sei como me achou, mas foi uma alegria e uma honra ver a carinha do Osho lá. Segui fuçando mais um pouco e descobri que dava pra colocar um contador no blog. No dia 9 de Abril (mês passado) instalei o Neocounter, junto com um post de desabafo intitulado FEED BACK*, no qual eu me queixava da falta de comentários e dizia que daqui pra frente iria comprovar se o blog estava mesmo abandonado às traças. Foi então que recebi um enorme e generoso comentário do Murilo com sugestões e dicas de divulgação - que eu tinha que interagir, me tornar seguidor de outros blogs, participar mais, comentar, entrar no Twitter, no Google Analytics, etc, etc, etc. Passei a fazer tudo (ou quase tudo) o que ele me sugeriu. De repente... BUM!!!! Em apenas um mês ganhei mais de 50 seguidores, muitos novos amigos, 5 selos e estou aqui a dar entrevista pro COVA DO URSO. Fantástico!

* - [Do António Rosa: Na resposta original, o Marcelo não forneceu o linque do post Feed Back. Tive curiosidade de conhecer e fui ler. Encontrei um post muito ternurento e conformado, que revela a humildade do seu autor, está bem escrito, e é surpreendentemente naive, para além de ter o fabuloso comentário do Murilo, que é uma aula para qualquer bloguista. Não hesitei: coloquei o linque. É um post e comentário absolutamente únicos na blogoesfera.]

Foi como descobrir um mundo novo. A blogosfera é realmente um universo particular e neste universo me faltava desenvolver uma das qualidades principais do geminiano, que é a capacidade de integração. Grande lição, essa! O objetivo agora é caprichar cada vez mais nos posts. Continuar compartilhando descobertas e aprendizado. Na medida do possível, trazer mais luz, beleza, cor, arte e alegria pro nosso mundinho necessitado disso. Conhecer mais pessoas, aprender mais com outros blogs, fazer mais e mais amigos. O prazer e a alegria estão em tudo isso e em saber que meu trabalho agrada. Receber tantos elogios e tanto carinho em cada comentário é um grande incentivo para continuar. Este é o feed back que faltava!

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem resolvido a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?

Considero o tema do Dalla Blog definido e abrangente ao mesmo tempo. Resume-se em arte e espiritualidade - a arte como um portal para a espiritualidade. Melhor: para a multidimensionalidade. Este grande tema abre um leque de subtemas: ilustração, música, design, poesia, literatura, humor, teatro, astrologia, filosofia, magia, religião, história, ecologia. Como geminiano seria difícil me prender a um tema restrito e específico. Todos estes assuntos me interessam e tenho alguma familiaridade com todos eles por causa do meu trabalho.

O que no princípio era uma página que servia apenas para divulgar minhas produções, agora se tornou um espaço para compartilhar luz em forma de amor e sabedoria. Divulgar também o maravilhoso trabalho de outros colegas, sempre que possível. Formar uma ponte entre as pessoas. Acredito que o único caminho para a felicidade é o autoconhecimento e a expansão da consciência e como comunicador trabalho cada vez mais com este objetivo. Shin Tau, do GRIMOIRE, escreveu em sua entrevista:É como se este Amor que há em mim tivesse encontrado um lugar para ser dirigido”. Esta frase é perfeita.

Além do mais, um blogue é uma revista eletrônica instantânea que nos permite liberdade total e alcance mundial. Não temos que agradar chefes nem clientes (apenas os leitores que estão em sintonia), não temos que assinar nenhum contrato, não há burocracia. É melhor do que montar uma programação de TV, porque não há aquela terrível pressão do ibope. Hoje fico pensando: - como conseguíamos sobreviver sem internet? (rsrsrs)

Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?

Como já disse, há bem pouco tempo passei a interagir com outros blogues. O segredo é interagir! Isso é básico e eu estava perdendo tempo por pura ignorância, ou ingenuidade, ou lerdeza, como preferir (rsrsrs). Divulgo meu blog no jornal para o qual trabalho em São Paulo (Jornal DESTAK) e no meu site parceiro, o PORTAL SÃO PAULO 24 HORAS. Divulgo também no Orkut e no Twitter (com o qual ainda estou me familiarizando). Falta o Facebook e o Blogblogs... (o que mais vão inventar?)

Agora percebo que há toda uma tecnologia desenvolvida para blogueiros. Widgets, feeds, templates... Inclusive blogues especializados no assunto, como o excelente DICAS BLOGGER. Tenho aprendido muita coisa por lá e por aqui também, no COVA DO URSO.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?

Os comentários são importantíssimos! Já disse que são um grande estímulo, certo? É uma delícia abrir a página e encontrar um monte de comentários pra responder e dialogar. E é justamente daí que surgem as novas amizades. Procuro retribuir a todos e comentar muito em outros blogues. Tomei gosto por isso. Faço também questão de repassar os selos que recebo. Por mais que critiquem correntes, acho que os selos resultam numa grande confraternização bloguística. Outra coisa que pretendo desenvolver cada vez mais: lançar questões nos posts para que o espaço de comentários se transforme num fórum de discussão. Isso você sabe fazer com maestria aqui, Antônio. Inspiro-me muito.

Quais os blogues que mais aprecia (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeu com eles?

Gosto de todos os blogues que sigo e se fosse citar todos eles aqui a lista ficaria imensa! Estão listados lá no meu perfil, caso alguém se interesse (rsrsrs). Quero citar mais uma vez este blogue aqui e o do Murilo, o PALAVRAS DE OSHO. Vocês dois são meus gurus da blogosfera! Gostaria também de citar dois blogues especiais, por sua Luz, e por considerar que fornecem conteúdo essencial neste importante momento histórico que vivemos (a transição para a Era de Aquário). O MONÓLOGO AMOROSO, que nos conta sobre a quinta dimensão para a qual estamos despertando com graça e simplicidade. E o AFIRMAÇÕES DE LUZ, que contém valiosas afirmações concebidas para nos ajudar a reprogramar o pensamento negativo em pensamento positivo. Amigos, a humanidade vive agora um grande despertar. Trabalhemos para que seja o mais rápido, divertido e indolor possível!

É possível fazer amizades na blogoesfera? Marcelo, pode deixar aqui os seus contactos, para o caso de haver pessoas interessadas em falar consigo?

Claro, já fiz várias e pretendo fazer muitas outras, ao infinito. Antônio, posso me considerar seu amigo, certo? (rsrsrs) Mas as amizades “virtuais” podem muito bem se transformar em amizades “reais”.

Quem quiser pode me adicionar no Orkut, no Twitter e no Messenger (marcelodalla@hotmail.com). Estou à disposição para consultas astrológicas (atendo em São Paulo, em Itajubá/MG, ou pelo Skype). Ofereço também meus serviços como ilustrador e atista gráfico. Além disso, tenho uma peça de teatro - Curso de Porte e Postura - comédia musical que há 15 anos roda o Brasil. Vale frisar que não é só pra falar sobre trabalho e contratar meus serviços que estou à disposição. Gosto de fazer novos amigos, de verdade, e aprender com eles.

Acho que já falei demais, quero finalizar agradecendo. Todas as pessoas que tenho encontrado são muito carinhosas, gentis, inteligentes. É maravilhoso isso. Agradeço mais uma vez a você, Antônio, por seu trabalho incrível e competente. Orgulho e honra para os geminianos comunicadores! E agradeço também ao Murilo, meu primeiro seguidor e grande incentivador.

Um beijo no coração de todos!
Axé!
Namastê!
Para o alto e avante!!!!

Muito obrigado, Marcelo. Claro que sim, também me considero seu amigo. :) Que o dia 22 seja muito feliz para si. Nem vale a pena colocar segurança na porta da sua festa de aniversário, que eu entro na mesma.

Conheça o «Dalla Blog».

Marcelo Dalla é autor convidado do nosso site
«Escola de Astrologia Nova-Lis».

(clicar para conhecer a sua página pessoal)

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates