Seja solidário, a Lua ingressou em Peixes

30 de abril de 2008 · 6 comentários

Hoje, dia 30 de Abril - A Lua ingressa Peixes - o dos peixinhos. Um pra lá, outro pra cá. E nos convidam a dançar. A dançar conforme a música. Aliás, não tem outro jeito mesmo. Quem não dança, dança! Mas não precisa virar capacho de ninguém, também. Tem um lado pisciano que é masoquista. Adora ser pisado. E isso não é sexo, hein? É assim no dia-a-dia. E hoje o dia é capaz de fazer papel de vítima. Você, saia fora! Sob essa Lua também nos sentimos mais amorosos e solidários. Lua em Peixes faz um dia sessão da tarde. Infelizmente, impossível, ficar de brincadeira. Até porque a Lua se opõe a Saturno exigindo mais um dia de obrigações e afazeres. Bate uma sombra logo cedo. Faça assim: ouça música! Alimente-se de otimismo e de carinho: Lua em Peixes. Tchau! E boa quarta-feira. Ah, já ia esquecendo: Vênus ingressa Touro no dia de hoje e ficará por ali até o dia 24 de maio. E, assim, preserve o que mais goste e aprecie. Até! - João Acuio - Seu blogue "Num Dia de Júpiter na Hora de Marte". - Texto daqui.

Saturno no céu em quadratura a Marte em Gémeos ou Sagitário

28 de abril de 2008 · 7 comentários

Falando por experiência própria sobre Saturno em trânsito a fazer uma quadratura a Marte natal. Marte é o novo e Saturno representa o velho, por isso este contacto significar uma mudança através da ruptura de velhos esquemas ou impedimentos. Pode significar também uma acção explosiva para chamar a atenção de procedimentos de rotina que devem ser modernizados sem rupturas. Significa também pressão emocional e estados de ânimo negativos, de modo que este período serve para a pessoa aprender a relaxar-se. Esta quadratura é pródiga em gerar frustrações na actividade corrente, causadora de irritações e instabilidade emocional, obrigando a pessoa a encontrar saídas mais satisfatórias para a resolução das suas questões. Marte significa a habilidade para resistir ou opor-se; significa força e vigor, o desejo de uma acção rápida e audaz. No entanto, Saturno frustra, retém e esfria o entusiasmo de Marte, ao ponto de uma pessoa ficar indecisa ou confusa perante que caminho tomar: ou usar a força de Marte ou os freios de Saturno. O resultado pode ser ensurdecedor perante tudo aquilo que o mantém sujeito ou limitado. Podem surgir cogitações sobre as questões de injustiça. Pode dar-se o caso de bloqueios emocionais onde se pode notar inibição de afectos, surgimento de medos e inseguranças, sensação de paralisia nos comportamentos. Problemas com pessoas que tenham autoridade: pais, chefes, professores, governo, sociedade, etc. É um trânsito que requer ter paciência, auto-disciplina e coragem. Os assuntos que mais se desejam ficam bloqueados e demoram a se normalizar. Produz conflitos com outros e se a situação não é tratada com cuidado a tendência é a pessoa sair perdedora. É um trânsito de perdas, a todos os níveis, afectando tanto a vida pessoal como a profissional. É absolutamente necessário evitar-se sentimentos amargos e depressivos, assim como se evitar atitudes abusivas de crueldade e vingança. A compaixão é um factor a ser trabalhado. Problemas de saúde poderão surgir. O falecimento de alguém próximo. Deve evitar abater-se pelos fracassos que se experimenta e que afectam directamente os seus propósitos. É um trânsito duro e prolongado. Asfixiante. Quem tiver Marte em Gémeos ou Sagitário (dependendo do grau em que se encontrar) ou está a passar por este trânsito ou irá passar por ele, a qualquer momento, nos próximos dois anos. A frase que melhor se adapta a este trânsito faz parte deste blogue. “A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos” Não forces, nem desanimes. Levanta a vela e navega ao sabor da brisa. Respira fundo e segue em frente. Kanimambo.

Solidariedade com o Tibete e análise astrológica da China durante os Jogos Olímpicos

25 de abril de 2008 · 17 comentários


Breve análise astrológica do mapa da China para o período dos Jogos Olímpicos
É astrologicamente relevante para a China, o período que decorrerá entre os Jogos Olímpicos de Beijing (Pequim) [Agosto] até Outubro 2008. Vários planetas estarão retrógrados nessa ocasião: Júpiter, Quíron, Urano, Neptuno e Plutão. O Ascendente do mapa dos Jogos Olímpicos fará uma quadratura ao Urano da China, pelo que teremos que estar preparados para assistirmos a uma fase de "show off" por parte dos governantes. O Saturno dos Jogos Olímpicos fará uma conjunção ao Saturno da China, na casa 7 deste país, dando-se o 2º retorno deste planeta no mapa daquele país. Haverá muita tensão no diálogo com as nações? Verificar-se-ão conflitos para além dos existentes com o Tibete? Haverá países a boicotarem os Jogos? Como Saturno rege a casa 12 da China, haverá confinamentos e inimigos ocultos? O Sol dos Jogos fará uma conjunção a Marte e Plutão da China na casa 7 deste país. Os Jogos em si serão mais proeminentes que o poder do governo chinês? Ou o diálogo com as nações será benéfico para o futuro da China? Algumas ocorrências havidas no 1º retorno da China - 1978-1979: 1) Foram estabelecidas relações diplomáticas entre a China e EUA. 2) O então Presidente americano Jimmy Carter visitou a China. 3) A China invadiu o Vietname (Fev-1979) por 29 dias, após tropas vietnamitas terem hostilizado o regime pró-Pequim de Pol-Pot no Cambodja. 4) Em Julho de 1979 foi aprovado na China um Novo Código Criminal banindo oficialmente a tortura e castigos físicos de suspeitos chineses. É caso para perguntar: que eventos ocorridos em 1978/9, durante o 1º retorno de Saturno da China, possam relacionar-se com este 2º retorno, a ocorrer em 2008? Teremos que aguardar e analisar. No entanto, podemos salientar desde já os acontecimentos no Tibete como referentes ao 2º retorno. Retorno é quando um planeta regressa ao seu ponto de origem após ter completado uma órbita à volta do Sol. Saturno demora 29,5 anos a completar a sua órbita. Entretanto, a quem quiser conferir, deixo aqui os dados dos mapas: China – 1/10/1949 – 15h15 – Pequim. Jogos Olímpicos 2008 – 8/8/2008 – 12h00 – Pequim.

O regente do Ascendente

24 de abril de 2008 · 2 comentários

O regente do Ascendente, algumas vezes denominado regente pessoal e regente do mapa é o planeta que rege o Ascendente. Se esse planeta estiver realmente localizado no signo em elevação, a pessoa é um representante típico daquele signo. Entretanto, se esse planeta estiver em outro signo (o que ocorre na maioria das vezes), é preciso combinar os dois para entender uma parte da personalidade. Este é um dos motivos porque não há duas pessoas iguais, mesmo que tenham o mesmo signo Ascendente. Regente do Ascendente na primeira Casa. Esse é o indivíduo que se faz por si mesmo, que expressa activamente o seu ponto de vista. Regente do Ascendente na segunda Casa. Os haveres, as finanças e as posses são importantes, assim como o estabelecimento do seu próprio sistema de valores. A segurança e o próprio valor são motivações básicas. Regente do Ascendente na terceira Casa. Necessidade de se comunicar de todas as formas possíveis, de ser activo mental ou intelectualmente; as transacções com os parentes podem tornar-se importantes. Regente do Ascendente na quarta Casa Essa pessoa realmente precisa de um lar que lhe sirva de base; frequentemente envolve-se muito com a família, instituições ou com bens imóveis. Regente do Ascendente na quinta Casa. A auto-expressão através do amor, da criatividade ou dos filhos é uma das necessidades desse indivíduo, bem como vários tipos de diversão, jogos e romance. Regente do Ascendente na sexta Casa. Esse pode ser o trabalhador fanático do zodíaco ou, se não estiver a trabalhar, um hipocondríaco. Rotina e método também são importantes. Regente do Ascendente na sétima Casa. Os outros — o público ou os parceiros — são importantes. Existe a necessidade de ter actividades em conjunto com outros ou de competir de forma amistosa ou não. O indivíduo expressa-se com outra pessoa ou através dela. Regente do Ascendente na oitava Casa. Essa pessoa trabalha bem com os recursos dos outros (assuntos financeiros, bancos, etc.) ou atrai o apoio dos outros (políticos). O sexo ou a pesquisa podem tornar-se factores predominantes. Regente do Ascendente na nona Casa. Educação superior, viagens, lei, religião, filosofia, ideias e ideais são importantes para esse indivíduo. Regente do Ascendente na décima Casa. A expressão do ego e a realização através da profissão são necessidades primordiais. Governo, prestígio, política ou um dos pais podem desempenhar um papel vital. Regente do Ascendente na décima primeira Casa. Trabalho com grupos, causas humanitárias, objectivos, amigos, circunstâncias externas e actividades sociais podem afectar a vida. Regente do Ascendente na décima segunda Casa. Essa pessoa pode desenvolver-se através de actividades de bastidores; ou pode ser um pouco retraída, preferindo proteger a privacidade de seus assuntos pessoais. O indivíduo dispõe de muita força interior da qual pode lançar mão quando necessário. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Técnicas de Cálculo e Interpretação”.

Cerimónias, etiquetas, rituais e rigores

23 de abril de 2008 · 4 comentários

Uma pessoa muito cerimoniosa e dada à etiqueta parece ser uma característica acentuada de Capricórnio. No entanto, este rigor é neutralizado por um Urano proeminente e, também, por Marte, embora Escorpião por vezes, possa ser, majestoso e dado ao formalismo. Apesar de no sentido do cerimonial ritualista religioso, ser atribuído a Júpiter, mas mais uma vez, podemos encontrar Escorpião em evidência. É curioso constatar que pessoas muito dadas a rituais secretos têm nos seus mapas natais Escorpião ou uma Casa VIII em evidência, ou planetas fortes nestes posicionamentos, mesmo que Júpiter não esteja fortalecido. Leão aprecia a sumptuosidade e Marte gosta do cerimonial militar. Mercúrio raramente dá grande importância a exibições de qualquer espécie. Urano só dá valor às que têm um objectivo bem definido. Saturno é muito prosaico para as cerimónias religiosas comuns, mas, nas criaturas mais evoluídas, apreciará os rituais solenes e pomposos, muito próprios do 7º Raio. Karolina Kurkova é um exemplo perfeito deste conceito - um 7º Raio muito bem materializado. - A.R.

Vamos tornar esta semana memorável?

· 0 comentários

Durante todo esse pequeno pedaço de ano, fomos convidados à transgredir, mudar, seguir nosso caminho verdadeiro. Esse é mais um daqueles momentos. A força do trígono Saturno - Plutão - Sol/ Mercúrio nos faz crescer, amadurecer nosso objetivos de vida, vislumbrar novas possibilidades. Pode ser um período que precisaremos atravessar obstáculos, mas é o universo preparando nossa conciência para os desafios que virão. Não tenha medo. E ainda mais a Lua, ao sair de Escorpião, faz trígonos com Marte e Urano. É o dia para tomar uma atitude e mudar aquilo que está velho dentro de nós. Podemos nos deparar com uma estafa emocional ou física gritando por uma mudança de ponto de vista ou até mesmo um insight que estava demorando para chegar. Seremos capazes de surpreender nós mesmos enquanto menos esperamos... Urano é eletricidade pura, rompe e não tem mais volta. Somos obrigados a irmos para frente. Com a entrada da Lua em Sagitário seremos capazes de transformar esse conteúdo emocional inconsciente em intelectual. As fichas finalmente caem. Vamos tornar esta semana memorável? - Madame Celeste - Texto daqui.

Olá B., continuando a nossa conversa...

22 de abril de 2008 · 6 comentários

... sobre os aspectos astrológicos (maiores e menores), estive a pensar no assunto e achei que poderíamos aprofundar um pouco mais este tema. Deve haver tantas formas de abordar os aspectos, quantos astrólogos devem existir. Cada um tem uma visão especial. Por isso é que examinar um horóscopo é uma arte e não uma ciência, como tanto se apregoa por aí. Olhar para uma mandala e ver os planetas, signos, casas e, sobretudo, os aspectos, é entender quem é a pessoa, como ela reage à vida, ao amor e à busca da felicidade. Também é entender os seus sofrimentos e dificuldades. Daí a importância que se tem do mapa no seu todo. É a diferença entre ver um filme num cinema e a mesma película em casa na TV. A visão geral é sempre necessária para se entender a síntese do todo, para percebermos o que torna aquela pessoa ímpar. Olhar para um tema natal com uma visão matricial permite-nos detectar imediatamente os aspectos maiores - conjunções [0º], sextis [60º], quadraturas [90º], trígonos [120º] e oposições [180º]. A estes aspectos maiores tenho o hábito de juntar os quincúncios [150º]. Sim, eu sei que há imensa gente que o considera um aspecto menor. Se desatamos a alargar muito as orbes dos aspectos corremos o risco de perder os aspectos menores. Mesmo para os aspectos maiores indicados acima, noto que as pessoas comuns reagem sempre a orbes estreitas (abaixo de 5°), muitas vezes reagem a orbes médias (8° ou menos), e só às vezes é que reagem a orbes amplas (acima de 8°). Se isto acontece com os aspectos maiores, o que não ocorrerá com os menores? Nem notam, a menos que chamemos a atenção. Esses seis aspectos formam o carácter básico de uma pessoa e constituem a espinha dorsal para a compreensão das necessidades, impulsos, potencial e talento inatos de um ser humano. Os aspectos menores são muito importantes na vida quotidiana — dizem respeito aos padrões de hábitos, às pequenas irritações e aos pequenos prazeres que tornam a vida o que ela é - saborosa. Porém, não moldam a personalidade nascente que nos torna no que somos. São aquelas notas musicais que se ouve quando alguém afina um violino. Deixo-lhe a figura acima onde encontra quase todos os aspectos usados em astrologia. Falta um, que tem sido muito analisado nos últimos anos: é o quindecile [165º]. Trata das nossas obsessões, daquilo que é fortemente compulsivo em nós. Veja até onde vai a sofisticação. Este último aspecto não se encontra olhando simplesmente para um mapa. É preciso procurá-lo. Está ali, algures, entre um quincúncio e uma oposição. Estamos sempre a tropeçar nos aspectos menores. Por isso, um semi-sextil da Vénus à Lua ser tão saboroso. Não fique chocada ao reparar na possível confusão entre decil e semi-sextil. Os graus estão trocados. Foi erro de quem criou a ilustração. Já me alonguei demasiado…

Pedido aos leitores - política nacional

· 7 comentários

Podem ajudar-me fornecendo os dados natais (data, hora e local de nascimento) destes 2 candidatos à presidência do PSD? Manuela Ferreira Leite e Pedro Passos Coelho. Estes são os dois primeiros candidatos às eleições no PSD. Ambos querem ser presidentes desse partido. Dela, a internet diz-nos que nasceu no dia 3 de Dezembro de 1940, em Lisboa. Dele, nada de nada. Ou, pelo menos as minhas tentativas foram infrutíferas. A intenção destes pedidos é analisar astrologicamente aqui no blogue, qual deles será o futuro oponente de Sócrates nas eleições de 2009. Partilho convosco algumas datas que podem ser relevantes nesta análise. Manuela Ferreira Leite adiantou sobre a sua eventual candidatura no dia 21/4/2008, às 19:04, tendo oficialmente confirmado no dia 22/4/2008, às 07:00, em Lisboa. Pedro Passos Coelho confirmou a sua candidatura no dia 18/4/2008, entre as 17:46 e as 18:44, Lisboa. Outro dado importante a ter em conta é o mapa da fundação do PSD - 6-5-1974, Lisboa. Fundamental é levantarmos o mapa do dia que for escolhido para as chamadas "directas" do PSD, ou então, de um congresso, caso se realize e onde um destes candidatos sairá como presidente. Ainda não se sabe a data do evento. P.S. às 20:58 - Entretanto já me informaram que Passos Coelho nasceu em Coimbra no ano de 1964. Até 16/2/2008 ainda tinha 43 anos... Claramente, o trânsito dos quarentões...

Parece que conviria mudar de visual

21 de abril de 2008 · 30 comentários

Vénus no céu está em aspecto harmónico à Lua do meu mapa natal (trígono). Se o trânsito fosse de outra pessoa eu escreveria isto: Este ciclo está associado a uma ideia de popularidade, charme social, boas situações envolvendo lazer, festas, encontros e reuniões. É um excelente momento para conhecer as pessoas certas, que poderão beneficiar de alguma forma no seu trabalho ou na sua vida afectiva, ou até na vida espiritual. A qualidade natural deste momento envolve um bem-estar que está associado a uma busca por tudo aquilo que é bom e belo na sua concepção das coisas. É um período conveniente para interagir, fazer-se ver, conhecer gente. As emoções estarão a fluir bem, e a pessoa em geral será bem recebida pelos outros. É justamente por haver esta energia de simpatia que a pessoa pode conseguir as coisas sem muito esforço. Num sentido geral, esta será uma excelente fase para se comprar roupas novas, embelezar-se ou ao seu ambiente doméstico, estrear um novo penteado, ou mesmo um novo estilo de visual. A "vaidade" é uma marca deste momento, e pode ser claramente aproveitada. A beleza, apesar de não ser a coisa mais importante do mundo, não deixa de ter a sua importância, afinal! Cuidar de si, sentir-se bem é a ordem do momento. No entanto, como este trânsito é do meu mapa, e não me vejo a comprar roupas novas e a mudar de penteado, pois uso a máquina 2, lá terei que aprender por onde chegarão as benesses deste trígono Vénus-Lua.

Domingo de Lua Cheia - a Lua do Buda

20 de abril de 2008 · 4 comentários

Lua Cheia. Domingo Lua Cheia. Lua em Escorpião em oposição ao Sol em Touro. A Lua do Buda. A força da permanência de um lado, do outro, a capacidade de transformação, Touro-Escorpião. Lua Cheia por todo o domingo - não apenas à noite. Dia para celebrar em si mesmo o poder da feiticeira. O poder da magia capaz de transformar uma situação adversa em plena satisfação. Dia de superação, de olhar apurado, de pisar no chão. Dia em que andamos no mangue do ciúme ou da violência. Caminhe por ali, saia dali, limpe os sapatos e olhe adiante. Deixe o ciúme chegar, deixe o ciúme passar, deixe a vingança ir adiante e desaparecer à sua frente. A Lua também encontra Mercúrio o que faz com que a comunicação seja pausada, firme, lacônica. E a vontade de comer maior da de falar. Touro busca a satisfação, a calmaria, o bem-estar - em todos os setores. A Lua em Escorpião, até terça, e o Sol em trígono com Plutão, assopram os passos firmes a tomar. Bom domingo, dia do Sol, pra você. Domingo flor de lótus. - João Acuio. - Texto daqui.

Touro

19 de abril de 2008 · 7 comentários

O Sol entra no signo Touro, no dia 19 de Abril.
Em Portugal (TMG): às 17:51:08
No Brasil (Brasília): às 13:51:08
O Sol na sua caminhada pelo signo Touro, a colocar-nos no centro do nosso planeta mãe, a abençoar a nossa melhor atenção para as energias purificadoras dos cristais de luz. É quando a vibração fica tão lenta que quase se pode tocá-la com as mãos.

Profecias

18 de abril de 2008 · 0 comentários

É provável que, por uma Casa IX forte e por aspectos de Júpiter e Neptuno, assim como, às vezes, de Urano, possa ser mostrado no horóscopo aquele tipo de profecia que pode, realmente, resultar de uma inspiração ou de uma revelação vinda de entidades mais elevadas. Os nativos dos signos da Água e também os sagitarianos estão sujeitos a ter pressentimentos, mas é provável que, em muitos casos, estes sejam puramente imaginários. A profecia astrológica propriamente dita não tem nada a ver com tais métodos, mas depende da interpretação das influências presentes e futuras, matematicamente obtidas e intelectualmente reconhecidas. Ao mesmo tempo, é inegável que muitos astrólogos, particularmente aqueles com fortes influências de Júpiter e da Casa IX, desenvolvem uma exactidão de julgamento intuitiva que, com o tempo, poderá funcionar com tal rapidez e segurança que possa dar a impressão de partilhar da natureza da inspiração. Por outro lado, aqueles em cujos horóscopos Mercúrio e Júpiter se encontram em aflição devem ter cautela ao fazer previsões, especialmente quando há direcções negativas dirigidas a esses planetas.

Charles E. O. Carter in “Enciclopédia de Astrologia Psicológica”, Editora Pensamento, Brasil

Quando os planetas ficam retrógrados

17 de abril de 2008 · 2 comentários


Os planetas só ficam retrógrados quando atingem uma determinada distância crítica do Sol. Essas distâncias são as seguintes: Marte - 133° - Júpiter - 116° - Saturno - 104° - Urano - 104° - Neptuno - 101° - Plutão -101°. Não existe distância crítica entre o Sol e Mercúrio, ou entre o Sol e Vénus. Estes dois planetas movem-se mais rápido que o Sol, pelo que às vezes parecem diminuir o seu passo ou mesmo andar para trás, à medida que aumenta a sua distância da Terra. Em consequência, nunca ultrapassam a distância de 28° e 46° do Sol, respectivamente, a despeito do seu passo inerentemente mais rápido. A partir destes dados, é preciso observar os seguintes factos: 1 - Qualquer planeta em oposição ao Sol deve estar em movimento retrógrado. 2 - Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno e Plutão em trígono ou quincúncio com o Sol devem estar em movimento retrógrado. Marte em quincúncio com o Sol também deve estar em movimento retrógrado. Ocasionalmente, Júpiter em trígono com o Sol pode estar em movimento directo, mas isso não é frequente. 3 - Por causa da variação dos períodos de retrogradação dos planetas, há determinados anos em que é impossível uma pessoa nascer sem planetas retrógrados no horóscopo. 4 - Quando um planeta está em movimento directo, a sua distância da Terra está a aumentar, e quando está retrógrado, a sua distância da Terra está a diminuir. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Vol. 3 – Técnicas de Cálculo e Interpretação”, Editora Pensamento, Brasil.

Inveja

· 2 comentários

É uma das formas mais inferiores dos sentimentos humanos. Parece pertencer à esfera escorpiónica. Planetas fortes neste signo podem provocar esta natureza. Também parece comum quando Saturno está em Virgem ou Escorpião. Também se nota em casos da Lua em Capricórnio. Por outro lado, os signos de Vénus raramente são invejosos. Como a foto mostra, aquele tipo de inveja não tem signo, nem planeta. Apenas é.

Nova Lei do Divórcio, aprovada hoje no Parlamento português - Fim do conceito de culpa na dissolução do casamento

16 de abril de 2008 · 2 comentários

O Parlamento português aprovou esta tarde (16 Abril) a nova Lei do Divórcio. É o fim anunciado do divórcio litigioso tal como existe em Portugal há 30 anos. Está a acabar o conceito de culpa na dissolução do casamento e criar a figura do divórcio sem consentimento de um dos cônjuges. É a vitória do conceito do fim do casamento por ruptura. Se não há casamentos perfeitos, também não há divórcios felizes. É uma autêntica revolução no Código Civil: cerca de quatro dezenas de artigos terão de ser reformulados para apagar a designação do divórcio litigioso e a subjacente violação culposa dos deveres conjugais. Divórcios litigiosos, regra geral, significam corações feridos. Não havendo paz nem serenidade, é difícil solucionar relacionamentos que deixaram de funcionar. Os tempos estão a mudar. Quando a nova Lei foi anunciada, no dia 27 de Março, o mapa do céu era este: Vénus (as questões do amor), Mercúrio (a razão e o entendimento) e Urano (a voz da inovação e a voz superior, também) de mãos dadas numa feliz conjunção que se realiza no signo de Peixes (o amor universal). Hoje (16 Abril), a aprovação no Parlamento da Lei, deu-se sob estes efeitos cósmicos: a Lua (povo, pessoas), recebeu o apoio de Júpiter (Lei Maior) num trígono, numa feliz conjunção com Saturno (regras, ordem) para conseguirem o distanciamento emocional suficiente, garantindo assim o cumprimento de uma mudança significativa da nossa sociedade. O Sol (o Ser) e Mercúrio (a razão, o entendimento) numa conjunção exacta e combusta, faziam um trígono a Saturno, abrandando o seu coração rigoroso. Vénus (o amor, o afecto) em Carneiro impediu que Marte (o Senhor da Guerra e dos Conflitos) se pronunciasse negativamente. Apenas uma deputada votou contra. Plutão em Capricórnio a trabalhar. A sociedade a mudar. As coisas ainda estão a começar, pois Plutão ficará no signo da cabra montanhesa até 2024. Como dizem os nossos amigos brasileiros: "Me aguardem..." Claro que estas questões do divórcio não são fáceis e regra geral, existem implicações maiores: os filhos. Espera-se o maior cuidado por parte de todos os intervenientes sociais.

O derby

· 2 comentários

Hoje à noite teremos o derby Sporting x Benfica para a meia-final da Taça de Portugal em futebol no estádio sportinguista José Alvalade. Até hoje, nunca tinha pensado em levantar os mapas destes dois clubes. Compreendi subitamente, um pouco da história destes dois gigantes. O Benfica tem a Lua em Leão e Marte em Carneiro e o Sporting nasceu com a Lua em Escorpião e Marte em Caranguejo. Para o desafio de hoje, os mapas do evento dos dois clubes dizem-nos que o Sporting terá um grande apoio associativo (Júpiter do céu em aspecto a Marte do clube), estarão muito batalhadores no campo, com características de trabalho miudinho, muito esforçados. A Lua do céu em Virgem a ajudar o Sol do Sporting, ajudando-o na distribuição do trabalho, mas a quadratura que faz a Plutão não augura grandes feitos, mas os que se verificarem serão motivo de manifestações intensas. O Saturno do céu a beneficiar todo o mapa deste clube. Não parece existir grandes obstáculos para a vitória. Quanto ao Benfica, o Saturno do céu não está a ajudar com a oposição ao Sol do clube. Haverá dificuldades. No entanto, no campo, será um clube saliente, a tentar ser aguerrido, a querer vencer, mas a faltar-lhe energia para o sucesso. A semi-quadratura que a Lua do céu fará à Lua do clube não favorece muito os jogadores da Luz, apesar de apresentarem um jogo mais vistoso. O resto será feito por 22 homens em campo. Logo à noite espero não me arrepender de me ter atrevido a fazer astrologia do derby. Aguardemos.

Lua cercada entre Saturno e Plutão

15 de abril de 2008 · 7 comentários



Não sei exactamente o quer dizer este enquadramento da Lua entre Saturno e Plutão. Ambos retrógrados. Em signos de Terra. Repito-me: não sei o que este enquadramento nos trará. Este posicionamento, no mapa do céu, começou no dia 18 e terminará no dia 25 de Abril, pelas 12 horas. Façam o levantamento do mapa nos vossos programas e confirmem. Serão 7 dias em que a Lua caminhará por Virgem, Balança, Escorpião, Sagitário e terminará o seu enquadramento no grau um de Capricórnio. Quando fizer essa conjunção com Plutão, terminando o enquadramento, estará a fazer um benéfico Grande Trígono com o Sol e Saturno. Nesta sua solitária passagem por uma parte significativa do zodíaco, a Lua passará por Escorpião, ficando em queda e terminará este posicionamento, em exílio capricorniano. É um planeta que passará por debilidades (queda e exílio), sem qualquer dignidade essencial, portanto, estará peregrino. Quando fizer essa conjunção com Plutão, terminando o enquadramento estará a fazer um benéfico Grande Trígono com o Sol e Saturno. Nesta sua solitária passagem por uma parte significativa do zodíaco, a Lua passará por Escorpião, ficando em queda e terminará este posicionamento, em exílio capricorniano. É um planeta que passará por debilidades (queda e exílio), sem qualquer dignidade essencial, portanto, estará peregrino. Em aflição. Debilitado. Um planeta debilitado torna as questões relacionadas mais difíceis, com mais obstáculos e com resultados duvidosos. Os especialistas em astrocartografia poderiam ter uma palavra a dizer. Neste seu percurso a Lua passará de Crescente a Cheia e depois, a Minguante, rarefazendo as coisas. Aguardemos e estejamos atentos aos acontecimentos na nossa vida e no mundo.

Que é o mapa astral? O astrólogo é um leitor do tempo, do ritmo de cada pessoa

· 0 comentários

O mapa astral é o desenho do Céu do dia, hora e local no qual alguém ou algo (empresa, cidade, time de futebol, por exemplo) nasceu. É o que também se chama de carta astral ou horóscopo pessoal. Fernando Pessoa dizia que “a vida é essencialmente ação e o que o mapa revela é a ação da vida do nativo”. Concordo em gênero, número e grau. O mapa de cada um fala como a vida caminha - para cada um. A carta astral, em outras palavras, mostra quais são as lentes, pelos olhos de quais deuses (Mercúrio, Vênus, Marte, Apolo, Saturno, Júpiter etc…), a pessoa processa a realidade. O mapa astrológico de uma pessoa desenha como a pessoa é - o seu temperamento psicológico. Astrologia é a psicologia dos antigos. As dores e as delícias, os dons e os defeitos, os caminhos seguros e as ciladas, estão lá no mapa. Basta ter olhos de ver. Se a pessoa é muito capricorniana, ou saturnina, por exemplo, ter poder será uma questão relevante dentro dos critérios de valor daquele mapa. Poder é um tema capricorniano - tema que levantaria durante uma consulta. Agora, se a pessoa é muita libriana, ou venusina, a beleza e a estética virão em primeiro lugar - assim como as armas da sedução e suas conseqüências. A leitura do mapa, em suma, significa apontar para a pessoa quem ela é e quem ela não é. Mas não só - o que já seria muito. A carta astral, além de apontar a personalidade (sempre em maturação), revela também o tempo das coisas (através das técnicas de previsão: revolução solar, arcos solares, lunações, progressões, trânsitos…). Há tempo pra tudo - é o que a Astrologia ensina pra gente. Astrologia é uma arte do tempo. Não é a gente que tem o tempo, mas sim o tempo que nos tem. O astrólogo, então, tem a função de mirar o que o está acontecendo e a vida que virá adiante. Não basta ficar só na leitura psicológica, é preciso ler o que se passa no momento e futuro próximo - o que chamamos de previsão. O astrólogo é um leitor do tempo, do ritmo de cada pessoa. É um metrônomo, em suma. Apontando a vida que vem lá, é possível uma reflexão do que é preciso mudar agora e do que é necessário para conquistar a própria biografia, a própria vida, o próprio destino. Diante do Destino, isto é, diante do mapa astral, a função do astrólogo é ampliar o livre-arbítrio da pessoa que o procura. Astrologia é bússola, carta de navegação, oráculo e o astrólogo, astrólogo, psicólogo, despertador, orientador, mensageiro e cúmplice da vida que se fará no tempo. Através do mapa é possível investigar qualquer assunto do mundo. Desde vocação profissional, relacionamento, saúde, dinheiro, aprendizado, filhos, enfim, todos os assuntos da vida de cada um de nós. Caso alguém queira fazer uma consulta e saber como é isso, ao vivo, ou por MSN, dou as coordenadas através de e-mail: joaoacuio@jornale.com.br ou MSN: acuio@hotmail.com

João Acuio

Não às mudanças

14 de abril de 2008 · 1 comentários

Era de prever que a situação iria dar nisto: os sindicatos dos professores estão a recuar perante o governo. Os professores acham que é uma "cedência preocupante" o entendimento alcançado entre o Ministério da Educação e a plataforma sindical ao modelo de avaliação defendido pela tutela. Nestas coisas, como em tudo na vida, há sempre um grupo numeroso de pessoas que não aceita as mudanças, sobrevivendo à custa da inércia. Sejam as avaliações, ou seja o que for. Não querem mudanças. É a luta pelo imobilismo. Então que fazem? Combatem a mudança. A plataforma sindical dos professores foi o rosto visível desse combate à mudança. Sem resultados positivos. Muito barulho, muitas manifestações, muita conversa. Lembremo-nos como estava o mapa do céu no dia 8-Março-2008 (15h), o dia da supermanifestação dos cem mil em Lisboa, na chamada "Marcha da Indignação": na véspera tinha sido dia de Lua Nova em Peixes. No momento em que começava a manifestação, a Lua (os professores) entrava em Carneiro e, claramente, iria atiçar o regente deste signo, Marte (a energia na manif) contra Plutão (o governo). No céu, Marte em Caranguejo e Plutão em Capricórnio, estavam em oposição. Às 15 horas, início da manif, a Lua (povo) fez uma violenta quadratura a Plutão (poder). Foi preciso aguardar pela Lua Nova seguinte, em Touro, para o resultado saltar à vista. Vai haver mudanças. Vai haver avaliação dos professores. Apesar dos cem mil. Venceu Plutão (o governo). Plutão não é imobilista. É transformador, regenerador. Mas faz doer. Os professores já estão a sofrer as consequências do seu combate às mudanças.

Hoje, domingo, dia 13, a coisa está assim

13 de abril de 2008 · 0 comentários

Lua em Leão e o sol voltou. A luz, o brilho e a força. O drama continua já que Leão e Câncer (ontem) são excelências no exagero, na dramaturgia, na emoção que transborda. Muito coração no peito, por isso. O mundo se sentindo vivo. E festeiro. Lua em Leão ama uma festa, um palco, uma exibição com categoria. Então, penteie o cabelo, e se mostre. Suba no palco da vida e viva. Gente é pra brilhar. Hoje, neste domingo, dia do Sol, escolha o centro do mundo. Escolhas coisas para fazer que sejam boas, luminosas, esperançosas. Filme dark, com final triste, deixe pros seus inimigos. Mercúrio encontra Júpiter o que nos faz mais reflexivos e até professorais. Exiba o seu conhecimento - quando solicitado. E o ilumine, o enfeite, o desembarace. Um ótimo domingo e tenho dito. Por João Acuio.

Mercúrio e a Lua harmoniosas

12 de abril de 2008 · 0 comentários

Quando Mercúrio em trânsito aspecta harmoniosamente com a Lua de um mapa, quer dizer que a pessoa está a passar por uma fase bastante propícia para tomar decisões que se pautem tanto em processos racionais quanto com a sua intuição. A percepção das coisas estará mais completa, e este aspecto favorece o entendimento, os estudos, os escritos e as trocas intelectuais. A pessoa talvez perceba que está mais eloquente do que é habitual, e nessa fase podem ocorrer muitas conversas e notícias de pessoas que há muito tempo não via. O estímulo positivo de Mercúrio permitire compreender coisas que antes não entendia muito bem, sobretudo no que diz respeito a acontecimentos passados que a pessoa não processou convenientemente. Esta é uma fase de insights e de esclarecimentos.

Comportamentos sexuais, aflições astrológicas

11 de abril de 2008 · 1 comentários

Segundo o livro de Charles E. O. Carter "An Encyclopedia of PsicolAstrologia Psychological Astrology", podemos perceber algumas situações: se Vénus e Marte em signos masculinos mas orientais há comportamentos imoderados, podendo haver incesto. Se estes planetas estão no Ocidente e em signos femininos, haverá atitudes animalescas, muito mais se Saturno lançar vibrações sobre estes planetas. Se o nativo for uma mulher e tiver estes planetas orientais mas em signos masculinos, não gostará de amantes do sexo masculino. Urano e Neptuno, se estiverem aflitos, principalmente quando afectam as casas V e VII, são inclinados a comportamentos sexuais fora do comum. O mesmo se passa se houver oposições violentas entre Touro e Escorpião nestas casas. Parece ser que a homossexualidade está associada a Urano. Marte quando está aflito também comportamentos sexuais fora do comum. Quando Saturno está em bom estado controla a paixão, mas em maus aspecto ele destrói ou perverte. Este mesmo Saturno aflito, quando nas casas V e VII, especialemente em signos de Fogo, são sinal de celibato. Neptuno nestas casas e em mau estado, parece ser o causador de obsessões sexuais ou de ninfomania. Num horóscopo masculino, as aflições de Vénus a Urano normalmente provocam casos amorosos em moças solteiras. Se as aflições de Vénus forem à Lua podem indicar adultério. No mapa de uma mulher o mesmo se aplica a Urano e ao Sol. A atracção por pessoas mais jovens, habitualmente Mercúrio está envolvido. Num homem, a Lua afligida por Saturno, ou um Câncer proeminente, frequentemente produz uma fixação materna, ou uma tendência para procurar uma réplica da mãe na esposa (ou namorada). Vénus em Peixes parece ser um dos motivos de impotência. - Hoje, os tempos são outros e estes assuntos devem ser analisados com cuidado e sem falsos moralismos.

Neptuno colectivo

· 1 comentários

Será que se vive na ilusão que a justiça é feita nas revistas del corazón? Será possível pensar-se que alguém que alegadamente se tenta suicidar na prisão com um lenço Chanel, encontraria benevolência por parte dos juízes para não a condenarem de um homicídio qualificado? Maria das Dores foi condenada a 23 anos de prisão. Mandante e arquitecta de um homicídio calculista e praticado de forma horrenda, a sangue frio, conduzindo a vítima - o seu próprio marido - premeditadamente ao encontro da morte. Uma história de cartoon: uma cinquentona do jetset português, um jovem brasileiro, seu motorista e amante, além do cúmplice, um português, carpinteiro e tonto, que desferiu o golpe mortal. 23, 20 e 18 anos de prisão. Pelo meio, uns milhões de euros que escaparam das mãos da senhora e seu bando. Júpiter em Capricórnio é a Lei e, pesada. Neptuno provoca estes desvarios cor-de-rosa, acentuado pelo semi-sextil com Júpiter no mapa do céu.

Vénus e Mercúrio

10 de abril de 2008 · 2 comentários

Quando Vénus entra em contacto harmonioso (trígono, sextil, semi-sextil) com o Mercúrio natal, estamos perante uns quantos dias que envolve um melhor entendimento no que diz respeito à vida afectiva. Neste período, a pessoa fica mais consciente de coisas que precisa melhorar para que as suas relações amorosas se tornem mais proveitosas. Pode acontecer que receba conselhos, ou surjam situações simplesmente para tomar consciência das coisas que precisam ser mudadas. O processo envolve também a pessoa receber alguns elogios a respeito das suas melhores qualidades nas relações. É um estímulo para a auto-estima. Um período destes passa pela pessoa ter ideias mais harmoniosas, percebendo em si uma tendência mais apaziguadora e razoável. Poderão ser resolvidas situações de conflito.

Pessoas acamadas

9 de abril de 2008 · 2 comentários

"Estar doente e ter um médico que vai a casa fazer a consulta tornou-se uma raridade nas últimas décadas. As excepções quase só são abertas para pessoas acamadas. A partir de Maio há médicos que vão passar a receber 30 euros por cada um destes actos." [Agência Financeira] Escrevia eu, outro dia, aqui no blogue, isto: "É um Plutão transformador, que já está a re-estabelecer novas leis, novos códigos de conduta para a humanidade. Um novo tempero." Estas medidas de atendimento a pessoas acamadas é reflexo deste Plutão em Capricórnio. Obviamente, com a ajuda de Saturno em Virgem, o signo da saúde. O respeito pelo próximo. Além de ser um gesto de amor. Merecemos.

Lua + Mercúrio

· 7 comentários

A Lua a transitar por Gémeos, inicia hoje, dia 9, a sua fase crescente. Se ela fizer conjunção ao teu Mercúrio natal, prepara-te para sentires que a tua intuição aumenta subitamente de intensidade. Ouvirás melhor o que for dito à tua volta. Conseguirás captar com rapidez todas as meias palavras pronunciadas e com isto, é toda uma informação que recolhes e que te poderá ser útil. O melhor mesmo é fazeres de conta que nada entendeste e esperares pelo dia de amanhã, pois esse saber será amadurecido e poderás argumentar com mais propriedade. Aos mais dedicados às questões de canalizações interdimensionais, não pensem que estão a canalizar, para não gerarem os habituais equívocos, pois na verdade, o que aumenta é a intuição, o teu sexto sentido, o qual talvez não faças muito caso. Cuida do teu "look", pois é uma forma de te afirmares com mais propriedade.

Mercúrio combusto - esta semana

7 de abril de 2008 · 0 comentários

Esta semana será marcada pelo início de um Mercúrio combusto, a partir do dia 9. Diz-se que um planeta está combusto quando faz uma conjunção próxima ao Sol. A orbe mais comum utilizada para se avaliar essa combustão é de 8º. No entanto, há estudiosos que aplicam apenas 3º. Até ao próximo dia 15 assistiremos à conjunção aplicativa de Mercúrio ao Sol, em combustão. A partir do dia 16, Mercúrio ultrapassará o Sol, transformando essa conjunção em separativa. Desta vez não chegam a ficar cazimi. A combustão desfar-se-á a partir de 24 de Abril. Este é um posicionamento celeste que não conta com o acordo interpretativo dos estudiosos da astrologia. Há várias interpretações não convergentes. Uns estudiosos dizem que quando Mercúrio (ou outro planeta) está combusto, é sinal de estar enfraquecido, impedindo que o planeta funcione e se expresse na sua totalidade. Alguns astrólogos consideram como o planeta estando em debilidade acidental, pelo que muitos entendem esta proximidade como perniciosa e maléfica, pois o planeta perde o seu brilho pessoal a favor do Sol. Uma outra corrente de pensamento, mais contemporânea, considera que a combustão funciona no sentido oposto, reforçando a ideia que o Sol daria destaque a esse planeta em combustão. Os autores da linha psicológica apreciam ver este movimento celeste como actuando no inconsciente, sendo de difícil controlo por parte da pessoa. Digo eu: como tudo o que se passa a nível do inconsciente, não?! Outra linha de pensamento diz-nos que quando Mercúrio está combusto verifica-se perda de flexibilidade e imparcialidade, podendo notar-se dogmatismo, presunção e, frequentemente, pouca receptividade mental. Aproveitemos esta oportunidade para conferir connosco e à nossa volta, como irá funcionar este Mercúrio combusto. É já, já - de 9 a 23 de Abril. Eu fico-me pela linha tradicional.

Um novo tempero

5 de abril de 2008 · 1 comentários

São outros tempos que chegam. As novas organizações estão a entrar, decididas a substituírem os velhos paradigmas de políticas sociais e económicas que já não funcionam. Ong's, permacultura, preço justo, associativismo responsável, etc., estão a surgir como resposta aos Estados em dificuldades e falência. É um Plutão transformador, que já está a re-estabelecer novas leis, novos códigos de conduta para a humanidade. Um novo tempero. É uma rede fina que vem trazer uma nova ordem mais subtil, uma nova energia, mais de acordo com Gaia, na aprendizagem de sermos apenas mais um, integrados ao serviço bem vivermos com o planeta. Temos que reaprender a sermos felizes. - A.R.

Sexta-feira, dia 4 de Abril - Dia doce

4 de abril de 2008 · 3 comentários

A Lua em Peixes nos faz poetas, jardineiros, pescadores. Sonhadores. Mais capazes de pescar beleza onde se vá passando. A vida é mágica, a vida é encantada, a vida não é somente filme americano. A Lua em Peixes, no dia de hoje, numa sexta-feira, dia de Vênus, dilata o sentimento de que tudo está no seu devido eixo. E que tudo está em movimento - assim como as ondas. A vida é simples, não há segredo. Basta ser generoso consigo mesmo. E com os demais, ao seu lado. Perdoar, por exemplo, te lança para outro mundo. A raiva é veneno. E o veneno é de quem tem e quem o tem, fica preso. É claro que não é para ser ingênuo e bonzinho. Mas, por outro lado, muito menos, menos. O mais difícil é ser, ou deixar ser, o melhor que há em si mesmo. Nesta sexta-feira, é o que desejo a você, grandeza, esperança e benevolência. Deixe o seu coração cuidar de você. E, por fim, para fechar a semana com chave de ouro, a Lua encontra Vênus: ideal para namorar, ir ao cinema, se deixar levar pelo envolvimento. O fim de semana é mais ariano, ousado e aguerrido. Brinque, não brigue.

Aforismos - Centiloquium de Bethem

· 1 comentários

- Fiquem a saber que, quando um planeta está retrógrado, é como um homem enfermo, estupidificado e ansioso.

-
Se um planeta estiver cadente, é como um homem morto e não tem movimento.

-
Se um planeta estiver combusto, é como um homem na prisão, sem esperança de liberdade.

-
Se estiver estacionário a entrar na retrogradação, é como um homem saudável afastando-se da saúde; mas ainda há esperanças de recuperação.

-
Se estiver sitiado, é como um homem cheio de medo entre dois inimigos (e não sem razão) quando está sitiado pelas infortunas.

Texto daqui.
"Astrologia Medieval"

A mão pesada de Plutão nas primeiras 24 horas de estar retrógrado

3 de abril de 2008 · 1 comentários

Ao acaso:

NATO: Não à Geórgia e Ucrânia, sim à Albânia e Croácia.

Pyongyang suspende diálogo com o Seul, clima crescente tensão.

A Comissão Europeia vai levar Portugal ao Tribunal de Justiça europeu por incumprimento de uma directiva sobre o tempo de descanso dos camionistas.

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), D. Jorge Ortiga, contestou hoje as iniciativas legais para facilitar o divórcio civil, alegando que provocam a destabilização das famílias.

Recuperação dos mercados não vai durar muito e vem aí uma nova quedaA actual crise financeira pode ser a pior desde a Grande Depressão, em finais da década de 20, ou seja, dos últimos 80 anos. Quem o dia é George Soros, multimilionário norte-americano e lendário gestor de fundos, para quem a crise ainda não acabou.

Seduzir o mundo

· 4 comentários

Mercúrio entra em Áries [dia 3] e deixa a comunicação mais fluida, objetiva. As pessoas estão mais comunicativas, falastronas e, em conjunto com a Vênus em Peixes, é hora de seduzir o mundo, encantar, reencontrar pessoas. A quadratura com Plutão deixa tudo mais complexo, é como se algo estivesse para acontecer, aflorar. Expectativas. A atmosfera ainda está acanhada, mas ao entrar em Áries, a Lua dará um tom agitado, inquieto, vibrante para as reuniões sociais.

Plutão retrógrado

1 de abril de 2008 · 0 comentários

Plutão retrógrado
Este movimento retrógrado é especial,
pois Plutão regressa temporariamente a Sagitário.

Início do movimento retrógrado a 2 Abril no 1º de Capricórnio,
passando para Sagitário a 15 Junho,
onde permanecerá até 8 Setembro,
accionando novamente os mecanismos do

Centro Galáctico
ao chegar ao grau 28.

Plutão voltará ao movimento directo a 9 Setembro
continuando em Sagitário até 26 Novembro.

Entrará em Capricórnio no dia 27 Novembro.

30 de abril de 2008

Seja solidário, a Lua ingressou em Peixes

Hoje, dia 30 de Abril - A Lua ingressa Peixes - o dos peixinhos. Um pra lá, outro pra cá. E nos convidam a dançar. A dançar conforme a música. Aliás, não tem outro jeito mesmo. Quem não dança, dança! Mas não precisa virar capacho de ninguém, também. Tem um lado pisciano que é masoquista. Adora ser pisado. E isso não é sexo, hein? É assim no dia-a-dia. E hoje o dia é capaz de fazer papel de vítima. Você, saia fora! Sob essa Lua também nos sentimos mais amorosos e solidários. Lua em Peixes faz um dia sessão da tarde. Infelizmente, impossível, ficar de brincadeira. Até porque a Lua se opõe a Saturno exigindo mais um dia de obrigações e afazeres. Bate uma sombra logo cedo. Faça assim: ouça música! Alimente-se de otimismo e de carinho: Lua em Peixes. Tchau! E boa quarta-feira. Ah, já ia esquecendo: Vênus ingressa Touro no dia de hoje e ficará por ali até o dia 24 de maio. E, assim, preserve o que mais goste e aprecie. Até! - João Acuio - Seu blogue "Num Dia de Júpiter na Hora de Marte". - Texto daqui.

28 de abril de 2008

Saturno no céu em quadratura a Marte em Gémeos ou Sagitário

Falando por experiência própria sobre Saturno em trânsito a fazer uma quadratura a Marte natal. Marte é o novo e Saturno representa o velho, por isso este contacto significar uma mudança através da ruptura de velhos esquemas ou impedimentos. Pode significar também uma acção explosiva para chamar a atenção de procedimentos de rotina que devem ser modernizados sem rupturas. Significa também pressão emocional e estados de ânimo negativos, de modo que este período serve para a pessoa aprender a relaxar-se. Esta quadratura é pródiga em gerar frustrações na actividade corrente, causadora de irritações e instabilidade emocional, obrigando a pessoa a encontrar saídas mais satisfatórias para a resolução das suas questões. Marte significa a habilidade para resistir ou opor-se; significa força e vigor, o desejo de uma acção rápida e audaz. No entanto, Saturno frustra, retém e esfria o entusiasmo de Marte, ao ponto de uma pessoa ficar indecisa ou confusa perante que caminho tomar: ou usar a força de Marte ou os freios de Saturno. O resultado pode ser ensurdecedor perante tudo aquilo que o mantém sujeito ou limitado. Podem surgir cogitações sobre as questões de injustiça. Pode dar-se o caso de bloqueios emocionais onde se pode notar inibição de afectos, surgimento de medos e inseguranças, sensação de paralisia nos comportamentos. Problemas com pessoas que tenham autoridade: pais, chefes, professores, governo, sociedade, etc. É um trânsito que requer ter paciência, auto-disciplina e coragem. Os assuntos que mais se desejam ficam bloqueados e demoram a se normalizar. Produz conflitos com outros e se a situação não é tratada com cuidado a tendência é a pessoa sair perdedora. É um trânsito de perdas, a todos os níveis, afectando tanto a vida pessoal como a profissional. É absolutamente necessário evitar-se sentimentos amargos e depressivos, assim como se evitar atitudes abusivas de crueldade e vingança. A compaixão é um factor a ser trabalhado. Problemas de saúde poderão surgir. O falecimento de alguém próximo. Deve evitar abater-se pelos fracassos que se experimenta e que afectam directamente os seus propósitos. É um trânsito duro e prolongado. Asfixiante. Quem tiver Marte em Gémeos ou Sagitário (dependendo do grau em que se encontrar) ou está a passar por este trânsito ou irá passar por ele, a qualquer momento, nos próximos dois anos. A frase que melhor se adapta a este trânsito faz parte deste blogue. “A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos” Não forces, nem desanimes. Levanta a vela e navega ao sabor da brisa. Respira fundo e segue em frente. Kanimambo.

25 de abril de 2008

Solidariedade com o Tibete e análise astrológica da China durante os Jogos Olímpicos


Breve análise astrológica do mapa da China para o período dos Jogos Olímpicos
É astrologicamente relevante para a China, o período que decorrerá entre os Jogos Olímpicos de Beijing (Pequim) [Agosto] até Outubro 2008. Vários planetas estarão retrógrados nessa ocasião: Júpiter, Quíron, Urano, Neptuno e Plutão. O Ascendente do mapa dos Jogos Olímpicos fará uma quadratura ao Urano da China, pelo que teremos que estar preparados para assistirmos a uma fase de "show off" por parte dos governantes. O Saturno dos Jogos Olímpicos fará uma conjunção ao Saturno da China, na casa 7 deste país, dando-se o 2º retorno deste planeta no mapa daquele país. Haverá muita tensão no diálogo com as nações? Verificar-se-ão conflitos para além dos existentes com o Tibete? Haverá países a boicotarem os Jogos? Como Saturno rege a casa 12 da China, haverá confinamentos e inimigos ocultos? O Sol dos Jogos fará uma conjunção a Marte e Plutão da China na casa 7 deste país. Os Jogos em si serão mais proeminentes que o poder do governo chinês? Ou o diálogo com as nações será benéfico para o futuro da China? Algumas ocorrências havidas no 1º retorno da China - 1978-1979: 1) Foram estabelecidas relações diplomáticas entre a China e EUA. 2) O então Presidente americano Jimmy Carter visitou a China. 3) A China invadiu o Vietname (Fev-1979) por 29 dias, após tropas vietnamitas terem hostilizado o regime pró-Pequim de Pol-Pot no Cambodja. 4) Em Julho de 1979 foi aprovado na China um Novo Código Criminal banindo oficialmente a tortura e castigos físicos de suspeitos chineses. É caso para perguntar: que eventos ocorridos em 1978/9, durante o 1º retorno de Saturno da China, possam relacionar-se com este 2º retorno, a ocorrer em 2008? Teremos que aguardar e analisar. No entanto, podemos salientar desde já os acontecimentos no Tibete como referentes ao 2º retorno. Retorno é quando um planeta regressa ao seu ponto de origem após ter completado uma órbita à volta do Sol. Saturno demora 29,5 anos a completar a sua órbita. Entretanto, a quem quiser conferir, deixo aqui os dados dos mapas: China – 1/10/1949 – 15h15 – Pequim. Jogos Olímpicos 2008 – 8/8/2008 – 12h00 – Pequim.

24 de abril de 2008

O regente do Ascendente

O regente do Ascendente, algumas vezes denominado regente pessoal e regente do mapa é o planeta que rege o Ascendente. Se esse planeta estiver realmente localizado no signo em elevação, a pessoa é um representante típico daquele signo. Entretanto, se esse planeta estiver em outro signo (o que ocorre na maioria das vezes), é preciso combinar os dois para entender uma parte da personalidade. Este é um dos motivos porque não há duas pessoas iguais, mesmo que tenham o mesmo signo Ascendente. Regente do Ascendente na primeira Casa. Esse é o indivíduo que se faz por si mesmo, que expressa activamente o seu ponto de vista. Regente do Ascendente na segunda Casa. Os haveres, as finanças e as posses são importantes, assim como o estabelecimento do seu próprio sistema de valores. A segurança e o próprio valor são motivações básicas. Regente do Ascendente na terceira Casa. Necessidade de se comunicar de todas as formas possíveis, de ser activo mental ou intelectualmente; as transacções com os parentes podem tornar-se importantes. Regente do Ascendente na quarta Casa Essa pessoa realmente precisa de um lar que lhe sirva de base; frequentemente envolve-se muito com a família, instituições ou com bens imóveis. Regente do Ascendente na quinta Casa. A auto-expressão através do amor, da criatividade ou dos filhos é uma das necessidades desse indivíduo, bem como vários tipos de diversão, jogos e romance. Regente do Ascendente na sexta Casa. Esse pode ser o trabalhador fanático do zodíaco ou, se não estiver a trabalhar, um hipocondríaco. Rotina e método também são importantes. Regente do Ascendente na sétima Casa. Os outros — o público ou os parceiros — são importantes. Existe a necessidade de ter actividades em conjunto com outros ou de competir de forma amistosa ou não. O indivíduo expressa-se com outra pessoa ou através dela. Regente do Ascendente na oitava Casa. Essa pessoa trabalha bem com os recursos dos outros (assuntos financeiros, bancos, etc.) ou atrai o apoio dos outros (políticos). O sexo ou a pesquisa podem tornar-se factores predominantes. Regente do Ascendente na nona Casa. Educação superior, viagens, lei, religião, filosofia, ideias e ideais são importantes para esse indivíduo. Regente do Ascendente na décima Casa. A expressão do ego e a realização através da profissão são necessidades primordiais. Governo, prestígio, política ou um dos pais podem desempenhar um papel vital. Regente do Ascendente na décima primeira Casa. Trabalho com grupos, causas humanitárias, objectivos, amigos, circunstâncias externas e actividades sociais podem afectar a vida. Regente do Ascendente na décima segunda Casa. Essa pessoa pode desenvolver-se através de actividades de bastidores; ou pode ser um pouco retraída, preferindo proteger a privacidade de seus assuntos pessoais. O indivíduo dispõe de muita força interior da qual pode lançar mão quando necessário. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Técnicas de Cálculo e Interpretação”.

23 de abril de 2008

Cerimónias, etiquetas, rituais e rigores

Uma pessoa muito cerimoniosa e dada à etiqueta parece ser uma característica acentuada de Capricórnio. No entanto, este rigor é neutralizado por um Urano proeminente e, também, por Marte, embora Escorpião por vezes, possa ser, majestoso e dado ao formalismo. Apesar de no sentido do cerimonial ritualista religioso, ser atribuído a Júpiter, mas mais uma vez, podemos encontrar Escorpião em evidência. É curioso constatar que pessoas muito dadas a rituais secretos têm nos seus mapas natais Escorpião ou uma Casa VIII em evidência, ou planetas fortes nestes posicionamentos, mesmo que Júpiter não esteja fortalecido. Leão aprecia a sumptuosidade e Marte gosta do cerimonial militar. Mercúrio raramente dá grande importância a exibições de qualquer espécie. Urano só dá valor às que têm um objectivo bem definido. Saturno é muito prosaico para as cerimónias religiosas comuns, mas, nas criaturas mais evoluídas, apreciará os rituais solenes e pomposos, muito próprios do 7º Raio. Karolina Kurkova é um exemplo perfeito deste conceito - um 7º Raio muito bem materializado. - A.R.

Vamos tornar esta semana memorável?

Durante todo esse pequeno pedaço de ano, fomos convidados à transgredir, mudar, seguir nosso caminho verdadeiro. Esse é mais um daqueles momentos. A força do trígono Saturno - Plutão - Sol/ Mercúrio nos faz crescer, amadurecer nosso objetivos de vida, vislumbrar novas possibilidades. Pode ser um período que precisaremos atravessar obstáculos, mas é o universo preparando nossa conciência para os desafios que virão. Não tenha medo. E ainda mais a Lua, ao sair de Escorpião, faz trígonos com Marte e Urano. É o dia para tomar uma atitude e mudar aquilo que está velho dentro de nós. Podemos nos deparar com uma estafa emocional ou física gritando por uma mudança de ponto de vista ou até mesmo um insight que estava demorando para chegar. Seremos capazes de surpreender nós mesmos enquanto menos esperamos... Urano é eletricidade pura, rompe e não tem mais volta. Somos obrigados a irmos para frente. Com a entrada da Lua em Sagitário seremos capazes de transformar esse conteúdo emocional inconsciente em intelectual. As fichas finalmente caem. Vamos tornar esta semana memorável? - Madame Celeste - Texto daqui.

22 de abril de 2008

Olá B., continuando a nossa conversa...

... sobre os aspectos astrológicos (maiores e menores), estive a pensar no assunto e achei que poderíamos aprofundar um pouco mais este tema. Deve haver tantas formas de abordar os aspectos, quantos astrólogos devem existir. Cada um tem uma visão especial. Por isso é que examinar um horóscopo é uma arte e não uma ciência, como tanto se apregoa por aí. Olhar para uma mandala e ver os planetas, signos, casas e, sobretudo, os aspectos, é entender quem é a pessoa, como ela reage à vida, ao amor e à busca da felicidade. Também é entender os seus sofrimentos e dificuldades. Daí a importância que se tem do mapa no seu todo. É a diferença entre ver um filme num cinema e a mesma película em casa na TV. A visão geral é sempre necessária para se entender a síntese do todo, para percebermos o que torna aquela pessoa ímpar. Olhar para um tema natal com uma visão matricial permite-nos detectar imediatamente os aspectos maiores - conjunções [0º], sextis [60º], quadraturas [90º], trígonos [120º] e oposições [180º]. A estes aspectos maiores tenho o hábito de juntar os quincúncios [150º]. Sim, eu sei que há imensa gente que o considera um aspecto menor. Se desatamos a alargar muito as orbes dos aspectos corremos o risco de perder os aspectos menores. Mesmo para os aspectos maiores indicados acima, noto que as pessoas comuns reagem sempre a orbes estreitas (abaixo de 5°), muitas vezes reagem a orbes médias (8° ou menos), e só às vezes é que reagem a orbes amplas (acima de 8°). Se isto acontece com os aspectos maiores, o que não ocorrerá com os menores? Nem notam, a menos que chamemos a atenção. Esses seis aspectos formam o carácter básico de uma pessoa e constituem a espinha dorsal para a compreensão das necessidades, impulsos, potencial e talento inatos de um ser humano. Os aspectos menores são muito importantes na vida quotidiana — dizem respeito aos padrões de hábitos, às pequenas irritações e aos pequenos prazeres que tornam a vida o que ela é - saborosa. Porém, não moldam a personalidade nascente que nos torna no que somos. São aquelas notas musicais que se ouve quando alguém afina um violino. Deixo-lhe a figura acima onde encontra quase todos os aspectos usados em astrologia. Falta um, que tem sido muito analisado nos últimos anos: é o quindecile [165º]. Trata das nossas obsessões, daquilo que é fortemente compulsivo em nós. Veja até onde vai a sofisticação. Este último aspecto não se encontra olhando simplesmente para um mapa. É preciso procurá-lo. Está ali, algures, entre um quincúncio e uma oposição. Estamos sempre a tropeçar nos aspectos menores. Por isso, um semi-sextil da Vénus à Lua ser tão saboroso. Não fique chocada ao reparar na possível confusão entre decil e semi-sextil. Os graus estão trocados. Foi erro de quem criou a ilustração. Já me alonguei demasiado…

Pedido aos leitores - política nacional

Podem ajudar-me fornecendo os dados natais (data, hora e local de nascimento) destes 2 candidatos à presidência do PSD? Manuela Ferreira Leite e Pedro Passos Coelho. Estes são os dois primeiros candidatos às eleições no PSD. Ambos querem ser presidentes desse partido. Dela, a internet diz-nos que nasceu no dia 3 de Dezembro de 1940, em Lisboa. Dele, nada de nada. Ou, pelo menos as minhas tentativas foram infrutíferas. A intenção destes pedidos é analisar astrologicamente aqui no blogue, qual deles será o futuro oponente de Sócrates nas eleições de 2009. Partilho convosco algumas datas que podem ser relevantes nesta análise. Manuela Ferreira Leite adiantou sobre a sua eventual candidatura no dia 21/4/2008, às 19:04, tendo oficialmente confirmado no dia 22/4/2008, às 07:00, em Lisboa. Pedro Passos Coelho confirmou a sua candidatura no dia 18/4/2008, entre as 17:46 e as 18:44, Lisboa. Outro dado importante a ter em conta é o mapa da fundação do PSD - 6-5-1974, Lisboa. Fundamental é levantarmos o mapa do dia que for escolhido para as chamadas "directas" do PSD, ou então, de um congresso, caso se realize e onde um destes candidatos sairá como presidente. Ainda não se sabe a data do evento. P.S. às 20:58 - Entretanto já me informaram que Passos Coelho nasceu em Coimbra no ano de 1964. Até 16/2/2008 ainda tinha 43 anos... Claramente, o trânsito dos quarentões...

21 de abril de 2008

Parece que conviria mudar de visual

Vénus no céu está em aspecto harmónico à Lua do meu mapa natal (trígono). Se o trânsito fosse de outra pessoa eu escreveria isto: Este ciclo está associado a uma ideia de popularidade, charme social, boas situações envolvendo lazer, festas, encontros e reuniões. É um excelente momento para conhecer as pessoas certas, que poderão beneficiar de alguma forma no seu trabalho ou na sua vida afectiva, ou até na vida espiritual. A qualidade natural deste momento envolve um bem-estar que está associado a uma busca por tudo aquilo que é bom e belo na sua concepção das coisas. É um período conveniente para interagir, fazer-se ver, conhecer gente. As emoções estarão a fluir bem, e a pessoa em geral será bem recebida pelos outros. É justamente por haver esta energia de simpatia que a pessoa pode conseguir as coisas sem muito esforço. Num sentido geral, esta será uma excelente fase para se comprar roupas novas, embelezar-se ou ao seu ambiente doméstico, estrear um novo penteado, ou mesmo um novo estilo de visual. A "vaidade" é uma marca deste momento, e pode ser claramente aproveitada. A beleza, apesar de não ser a coisa mais importante do mundo, não deixa de ter a sua importância, afinal! Cuidar de si, sentir-se bem é a ordem do momento. No entanto, como este trânsito é do meu mapa, e não me vejo a comprar roupas novas e a mudar de penteado, pois uso a máquina 2, lá terei que aprender por onde chegarão as benesses deste trígono Vénus-Lua.

20 de abril de 2008

Domingo de Lua Cheia - a Lua do Buda

Lua Cheia. Domingo Lua Cheia. Lua em Escorpião em oposição ao Sol em Touro. A Lua do Buda. A força da permanência de um lado, do outro, a capacidade de transformação, Touro-Escorpião. Lua Cheia por todo o domingo - não apenas à noite. Dia para celebrar em si mesmo o poder da feiticeira. O poder da magia capaz de transformar uma situação adversa em plena satisfação. Dia de superação, de olhar apurado, de pisar no chão. Dia em que andamos no mangue do ciúme ou da violência. Caminhe por ali, saia dali, limpe os sapatos e olhe adiante. Deixe o ciúme chegar, deixe o ciúme passar, deixe a vingança ir adiante e desaparecer à sua frente. A Lua também encontra Mercúrio o que faz com que a comunicação seja pausada, firme, lacônica. E a vontade de comer maior da de falar. Touro busca a satisfação, a calmaria, o bem-estar - em todos os setores. A Lua em Escorpião, até terça, e o Sol em trígono com Plutão, assopram os passos firmes a tomar. Bom domingo, dia do Sol, pra você. Domingo flor de lótus. - João Acuio. - Texto daqui.

19 de abril de 2008

Touro

O Sol entra no signo Touro, no dia 19 de Abril.
Em Portugal (TMG): às 17:51:08
No Brasil (Brasília): às 13:51:08
O Sol na sua caminhada pelo signo Touro, a colocar-nos no centro do nosso planeta mãe, a abençoar a nossa melhor atenção para as energias purificadoras dos cristais de luz. É quando a vibração fica tão lenta que quase se pode tocá-la com as mãos.

18 de abril de 2008

Profecias

É provável que, por uma Casa IX forte e por aspectos de Júpiter e Neptuno, assim como, às vezes, de Urano, possa ser mostrado no horóscopo aquele tipo de profecia que pode, realmente, resultar de uma inspiração ou de uma revelação vinda de entidades mais elevadas. Os nativos dos signos da Água e também os sagitarianos estão sujeitos a ter pressentimentos, mas é provável que, em muitos casos, estes sejam puramente imaginários. A profecia astrológica propriamente dita não tem nada a ver com tais métodos, mas depende da interpretação das influências presentes e futuras, matematicamente obtidas e intelectualmente reconhecidas. Ao mesmo tempo, é inegável que muitos astrólogos, particularmente aqueles com fortes influências de Júpiter e da Casa IX, desenvolvem uma exactidão de julgamento intuitiva que, com o tempo, poderá funcionar com tal rapidez e segurança que possa dar a impressão de partilhar da natureza da inspiração. Por outro lado, aqueles em cujos horóscopos Mercúrio e Júpiter se encontram em aflição devem ter cautela ao fazer previsões, especialmente quando há direcções negativas dirigidas a esses planetas.

Charles E. O. Carter in “Enciclopédia de Astrologia Psicológica”, Editora Pensamento, Brasil

17 de abril de 2008

Quando os planetas ficam retrógrados


Os planetas só ficam retrógrados quando atingem uma determinada distância crítica do Sol. Essas distâncias são as seguintes: Marte - 133° - Júpiter - 116° - Saturno - 104° - Urano - 104° - Neptuno - 101° - Plutão -101°. Não existe distância crítica entre o Sol e Mercúrio, ou entre o Sol e Vénus. Estes dois planetas movem-se mais rápido que o Sol, pelo que às vezes parecem diminuir o seu passo ou mesmo andar para trás, à medida que aumenta a sua distância da Terra. Em consequência, nunca ultrapassam a distância de 28° e 46° do Sol, respectivamente, a despeito do seu passo inerentemente mais rápido. A partir destes dados, é preciso observar os seguintes factos: 1 - Qualquer planeta em oposição ao Sol deve estar em movimento retrógrado. 2 - Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno e Plutão em trígono ou quincúncio com o Sol devem estar em movimento retrógrado. Marte em quincúncio com o Sol também deve estar em movimento retrógrado. Ocasionalmente, Júpiter em trígono com o Sol pode estar em movimento directo, mas isso não é frequente. 3 - Por causa da variação dos períodos de retrogradação dos planetas, há determinados anos em que é impossível uma pessoa nascer sem planetas retrógrados no horóscopo. 4 - Quando um planeta está em movimento directo, a sua distância da Terra está a aumentar, e quando está retrógrado, a sua distância da Terra está a diminuir. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Vol. 3 – Técnicas de Cálculo e Interpretação”, Editora Pensamento, Brasil.

Inveja

É uma das formas mais inferiores dos sentimentos humanos. Parece pertencer à esfera escorpiónica. Planetas fortes neste signo podem provocar esta natureza. Também parece comum quando Saturno está em Virgem ou Escorpião. Também se nota em casos da Lua em Capricórnio. Por outro lado, os signos de Vénus raramente são invejosos. Como a foto mostra, aquele tipo de inveja não tem signo, nem planeta. Apenas é.

16 de abril de 2008

Nova Lei do Divórcio, aprovada hoje no Parlamento português - Fim do conceito de culpa na dissolução do casamento

O Parlamento português aprovou esta tarde (16 Abril) a nova Lei do Divórcio. É o fim anunciado do divórcio litigioso tal como existe em Portugal há 30 anos. Está a acabar o conceito de culpa na dissolução do casamento e criar a figura do divórcio sem consentimento de um dos cônjuges. É a vitória do conceito do fim do casamento por ruptura. Se não há casamentos perfeitos, também não há divórcios felizes. É uma autêntica revolução no Código Civil: cerca de quatro dezenas de artigos terão de ser reformulados para apagar a designação do divórcio litigioso e a subjacente violação culposa dos deveres conjugais. Divórcios litigiosos, regra geral, significam corações feridos. Não havendo paz nem serenidade, é difícil solucionar relacionamentos que deixaram de funcionar. Os tempos estão a mudar. Quando a nova Lei foi anunciada, no dia 27 de Março, o mapa do céu era este: Vénus (as questões do amor), Mercúrio (a razão e o entendimento) e Urano (a voz da inovação e a voz superior, também) de mãos dadas numa feliz conjunção que se realiza no signo de Peixes (o amor universal). Hoje (16 Abril), a aprovação no Parlamento da Lei, deu-se sob estes efeitos cósmicos: a Lua (povo, pessoas), recebeu o apoio de Júpiter (Lei Maior) num trígono, numa feliz conjunção com Saturno (regras, ordem) para conseguirem o distanciamento emocional suficiente, garantindo assim o cumprimento de uma mudança significativa da nossa sociedade. O Sol (o Ser) e Mercúrio (a razão, o entendimento) numa conjunção exacta e combusta, faziam um trígono a Saturno, abrandando o seu coração rigoroso. Vénus (o amor, o afecto) em Carneiro impediu que Marte (o Senhor da Guerra e dos Conflitos) se pronunciasse negativamente. Apenas uma deputada votou contra. Plutão em Capricórnio a trabalhar. A sociedade a mudar. As coisas ainda estão a começar, pois Plutão ficará no signo da cabra montanhesa até 2024. Como dizem os nossos amigos brasileiros: "Me aguardem..." Claro que estas questões do divórcio não são fáceis e regra geral, existem implicações maiores: os filhos. Espera-se o maior cuidado por parte de todos os intervenientes sociais.

O derby

Hoje à noite teremos o derby Sporting x Benfica para a meia-final da Taça de Portugal em futebol no estádio sportinguista José Alvalade. Até hoje, nunca tinha pensado em levantar os mapas destes dois clubes. Compreendi subitamente, um pouco da história destes dois gigantes. O Benfica tem a Lua em Leão e Marte em Carneiro e o Sporting nasceu com a Lua em Escorpião e Marte em Caranguejo. Para o desafio de hoje, os mapas do evento dos dois clubes dizem-nos que o Sporting terá um grande apoio associativo (Júpiter do céu em aspecto a Marte do clube), estarão muito batalhadores no campo, com características de trabalho miudinho, muito esforçados. A Lua do céu em Virgem a ajudar o Sol do Sporting, ajudando-o na distribuição do trabalho, mas a quadratura que faz a Plutão não augura grandes feitos, mas os que se verificarem serão motivo de manifestações intensas. O Saturno do céu a beneficiar todo o mapa deste clube. Não parece existir grandes obstáculos para a vitória. Quanto ao Benfica, o Saturno do céu não está a ajudar com a oposição ao Sol do clube. Haverá dificuldades. No entanto, no campo, será um clube saliente, a tentar ser aguerrido, a querer vencer, mas a faltar-lhe energia para o sucesso. A semi-quadratura que a Lua do céu fará à Lua do clube não favorece muito os jogadores da Luz, apesar de apresentarem um jogo mais vistoso. O resto será feito por 22 homens em campo. Logo à noite espero não me arrepender de me ter atrevido a fazer astrologia do derby. Aguardemos.

15 de abril de 2008

Lua cercada entre Saturno e Plutão



Não sei exactamente o quer dizer este enquadramento da Lua entre Saturno e Plutão. Ambos retrógrados. Em signos de Terra. Repito-me: não sei o que este enquadramento nos trará. Este posicionamento, no mapa do céu, começou no dia 18 e terminará no dia 25 de Abril, pelas 12 horas. Façam o levantamento do mapa nos vossos programas e confirmem. Serão 7 dias em que a Lua caminhará por Virgem, Balança, Escorpião, Sagitário e terminará o seu enquadramento no grau um de Capricórnio. Quando fizer essa conjunção com Plutão, terminando o enquadramento, estará a fazer um benéfico Grande Trígono com o Sol e Saturno. Nesta sua solitária passagem por uma parte significativa do zodíaco, a Lua passará por Escorpião, ficando em queda e terminará este posicionamento, em exílio capricorniano. É um planeta que passará por debilidades (queda e exílio), sem qualquer dignidade essencial, portanto, estará peregrino. Quando fizer essa conjunção com Plutão, terminando o enquadramento estará a fazer um benéfico Grande Trígono com o Sol e Saturno. Nesta sua solitária passagem por uma parte significativa do zodíaco, a Lua passará por Escorpião, ficando em queda e terminará este posicionamento, em exílio capricorniano. É um planeta que passará por debilidades (queda e exílio), sem qualquer dignidade essencial, portanto, estará peregrino. Em aflição. Debilitado. Um planeta debilitado torna as questões relacionadas mais difíceis, com mais obstáculos e com resultados duvidosos. Os especialistas em astrocartografia poderiam ter uma palavra a dizer. Neste seu percurso a Lua passará de Crescente a Cheia e depois, a Minguante, rarefazendo as coisas. Aguardemos e estejamos atentos aos acontecimentos na nossa vida e no mundo.

Que é o mapa astral? O astrólogo é um leitor do tempo, do ritmo de cada pessoa

O mapa astral é o desenho do Céu do dia, hora e local no qual alguém ou algo (empresa, cidade, time de futebol, por exemplo) nasceu. É o que também se chama de carta astral ou horóscopo pessoal. Fernando Pessoa dizia que “a vida é essencialmente ação e o que o mapa revela é a ação da vida do nativo”. Concordo em gênero, número e grau. O mapa de cada um fala como a vida caminha - para cada um. A carta astral, em outras palavras, mostra quais são as lentes, pelos olhos de quais deuses (Mercúrio, Vênus, Marte, Apolo, Saturno, Júpiter etc…), a pessoa processa a realidade. O mapa astrológico de uma pessoa desenha como a pessoa é - o seu temperamento psicológico. Astrologia é a psicologia dos antigos. As dores e as delícias, os dons e os defeitos, os caminhos seguros e as ciladas, estão lá no mapa. Basta ter olhos de ver. Se a pessoa é muito capricorniana, ou saturnina, por exemplo, ter poder será uma questão relevante dentro dos critérios de valor daquele mapa. Poder é um tema capricorniano - tema que levantaria durante uma consulta. Agora, se a pessoa é muita libriana, ou venusina, a beleza e a estética virão em primeiro lugar - assim como as armas da sedução e suas conseqüências. A leitura do mapa, em suma, significa apontar para a pessoa quem ela é e quem ela não é. Mas não só - o que já seria muito. A carta astral, além de apontar a personalidade (sempre em maturação), revela também o tempo das coisas (através das técnicas de previsão: revolução solar, arcos solares, lunações, progressões, trânsitos…). Há tempo pra tudo - é o que a Astrologia ensina pra gente. Astrologia é uma arte do tempo. Não é a gente que tem o tempo, mas sim o tempo que nos tem. O astrólogo, então, tem a função de mirar o que o está acontecendo e a vida que virá adiante. Não basta ficar só na leitura psicológica, é preciso ler o que se passa no momento e futuro próximo - o que chamamos de previsão. O astrólogo é um leitor do tempo, do ritmo de cada pessoa. É um metrônomo, em suma. Apontando a vida que vem lá, é possível uma reflexão do que é preciso mudar agora e do que é necessário para conquistar a própria biografia, a própria vida, o próprio destino. Diante do Destino, isto é, diante do mapa astral, a função do astrólogo é ampliar o livre-arbítrio da pessoa que o procura. Astrologia é bússola, carta de navegação, oráculo e o astrólogo, astrólogo, psicólogo, despertador, orientador, mensageiro e cúmplice da vida que se fará no tempo. Através do mapa é possível investigar qualquer assunto do mundo. Desde vocação profissional, relacionamento, saúde, dinheiro, aprendizado, filhos, enfim, todos os assuntos da vida de cada um de nós. Caso alguém queira fazer uma consulta e saber como é isso, ao vivo, ou por MSN, dou as coordenadas através de e-mail: joaoacuio@jornale.com.br ou MSN: acuio@hotmail.com

João Acuio

14 de abril de 2008

Não às mudanças

Era de prever que a situação iria dar nisto: os sindicatos dos professores estão a recuar perante o governo. Os professores acham que é uma "cedência preocupante" o entendimento alcançado entre o Ministério da Educação e a plataforma sindical ao modelo de avaliação defendido pela tutela. Nestas coisas, como em tudo na vida, há sempre um grupo numeroso de pessoas que não aceita as mudanças, sobrevivendo à custa da inércia. Sejam as avaliações, ou seja o que for. Não querem mudanças. É a luta pelo imobilismo. Então que fazem? Combatem a mudança. A plataforma sindical dos professores foi o rosto visível desse combate à mudança. Sem resultados positivos. Muito barulho, muitas manifestações, muita conversa. Lembremo-nos como estava o mapa do céu no dia 8-Março-2008 (15h), o dia da supermanifestação dos cem mil em Lisboa, na chamada "Marcha da Indignação": na véspera tinha sido dia de Lua Nova em Peixes. No momento em que começava a manifestação, a Lua (os professores) entrava em Carneiro e, claramente, iria atiçar o regente deste signo, Marte (a energia na manif) contra Plutão (o governo). No céu, Marte em Caranguejo e Plutão em Capricórnio, estavam em oposição. Às 15 horas, início da manif, a Lua (povo) fez uma violenta quadratura a Plutão (poder). Foi preciso aguardar pela Lua Nova seguinte, em Touro, para o resultado saltar à vista. Vai haver mudanças. Vai haver avaliação dos professores. Apesar dos cem mil. Venceu Plutão (o governo). Plutão não é imobilista. É transformador, regenerador. Mas faz doer. Os professores já estão a sofrer as consequências do seu combate às mudanças.

13 de abril de 2008

Hoje, domingo, dia 13, a coisa está assim

Lua em Leão e o sol voltou. A luz, o brilho e a força. O drama continua já que Leão e Câncer (ontem) são excelências no exagero, na dramaturgia, na emoção que transborda. Muito coração no peito, por isso. O mundo se sentindo vivo. E festeiro. Lua em Leão ama uma festa, um palco, uma exibição com categoria. Então, penteie o cabelo, e se mostre. Suba no palco da vida e viva. Gente é pra brilhar. Hoje, neste domingo, dia do Sol, escolha o centro do mundo. Escolhas coisas para fazer que sejam boas, luminosas, esperançosas. Filme dark, com final triste, deixe pros seus inimigos. Mercúrio encontra Júpiter o que nos faz mais reflexivos e até professorais. Exiba o seu conhecimento - quando solicitado. E o ilumine, o enfeite, o desembarace. Um ótimo domingo e tenho dito. Por João Acuio.

12 de abril de 2008

Mercúrio e a Lua harmoniosas

Quando Mercúrio em trânsito aspecta harmoniosamente com a Lua de um mapa, quer dizer que a pessoa está a passar por uma fase bastante propícia para tomar decisões que se pautem tanto em processos racionais quanto com a sua intuição. A percepção das coisas estará mais completa, e este aspecto favorece o entendimento, os estudos, os escritos e as trocas intelectuais. A pessoa talvez perceba que está mais eloquente do que é habitual, e nessa fase podem ocorrer muitas conversas e notícias de pessoas que há muito tempo não via. O estímulo positivo de Mercúrio permitire compreender coisas que antes não entendia muito bem, sobretudo no que diz respeito a acontecimentos passados que a pessoa não processou convenientemente. Esta é uma fase de insights e de esclarecimentos.

11 de abril de 2008

Comportamentos sexuais, aflições astrológicas

Segundo o livro de Charles E. O. Carter "An Encyclopedia of PsicolAstrologia Psychological Astrology", podemos perceber algumas situações: se Vénus e Marte em signos masculinos mas orientais há comportamentos imoderados, podendo haver incesto. Se estes planetas estão no Ocidente e em signos femininos, haverá atitudes animalescas, muito mais se Saturno lançar vibrações sobre estes planetas. Se o nativo for uma mulher e tiver estes planetas orientais mas em signos masculinos, não gostará de amantes do sexo masculino. Urano e Neptuno, se estiverem aflitos, principalmente quando afectam as casas V e VII, são inclinados a comportamentos sexuais fora do comum. O mesmo se passa se houver oposições violentas entre Touro e Escorpião nestas casas. Parece ser que a homossexualidade está associada a Urano. Marte quando está aflito também comportamentos sexuais fora do comum. Quando Saturno está em bom estado controla a paixão, mas em maus aspecto ele destrói ou perverte. Este mesmo Saturno aflito, quando nas casas V e VII, especialemente em signos de Fogo, são sinal de celibato. Neptuno nestas casas e em mau estado, parece ser o causador de obsessões sexuais ou de ninfomania. Num horóscopo masculino, as aflições de Vénus a Urano normalmente provocam casos amorosos em moças solteiras. Se as aflições de Vénus forem à Lua podem indicar adultério. No mapa de uma mulher o mesmo se aplica a Urano e ao Sol. A atracção por pessoas mais jovens, habitualmente Mercúrio está envolvido. Num homem, a Lua afligida por Saturno, ou um Câncer proeminente, frequentemente produz uma fixação materna, ou uma tendência para procurar uma réplica da mãe na esposa (ou namorada). Vénus em Peixes parece ser um dos motivos de impotência. - Hoje, os tempos são outros e estes assuntos devem ser analisados com cuidado e sem falsos moralismos.

Neptuno colectivo

Será que se vive na ilusão que a justiça é feita nas revistas del corazón? Será possível pensar-se que alguém que alegadamente se tenta suicidar na prisão com um lenço Chanel, encontraria benevolência por parte dos juízes para não a condenarem de um homicídio qualificado? Maria das Dores foi condenada a 23 anos de prisão. Mandante e arquitecta de um homicídio calculista e praticado de forma horrenda, a sangue frio, conduzindo a vítima - o seu próprio marido - premeditadamente ao encontro da morte. Uma história de cartoon: uma cinquentona do jetset português, um jovem brasileiro, seu motorista e amante, além do cúmplice, um português, carpinteiro e tonto, que desferiu o golpe mortal. 23, 20 e 18 anos de prisão. Pelo meio, uns milhões de euros que escaparam das mãos da senhora e seu bando. Júpiter em Capricórnio é a Lei e, pesada. Neptuno provoca estes desvarios cor-de-rosa, acentuado pelo semi-sextil com Júpiter no mapa do céu.

10 de abril de 2008

Vénus e Mercúrio

Quando Vénus entra em contacto harmonioso (trígono, sextil, semi-sextil) com o Mercúrio natal, estamos perante uns quantos dias que envolve um melhor entendimento no que diz respeito à vida afectiva. Neste período, a pessoa fica mais consciente de coisas que precisa melhorar para que as suas relações amorosas se tornem mais proveitosas. Pode acontecer que receba conselhos, ou surjam situações simplesmente para tomar consciência das coisas que precisam ser mudadas. O processo envolve também a pessoa receber alguns elogios a respeito das suas melhores qualidades nas relações. É um estímulo para a auto-estima. Um período destes passa pela pessoa ter ideias mais harmoniosas, percebendo em si uma tendência mais apaziguadora e razoável. Poderão ser resolvidas situações de conflito.

9 de abril de 2008

Pessoas acamadas

"Estar doente e ter um médico que vai a casa fazer a consulta tornou-se uma raridade nas últimas décadas. As excepções quase só são abertas para pessoas acamadas. A partir de Maio há médicos que vão passar a receber 30 euros por cada um destes actos." [Agência Financeira] Escrevia eu, outro dia, aqui no blogue, isto: "É um Plutão transformador, que já está a re-estabelecer novas leis, novos códigos de conduta para a humanidade. Um novo tempero." Estas medidas de atendimento a pessoas acamadas é reflexo deste Plutão em Capricórnio. Obviamente, com a ajuda de Saturno em Virgem, o signo da saúde. O respeito pelo próximo. Além de ser um gesto de amor. Merecemos.

Lua + Mercúrio

A Lua a transitar por Gémeos, inicia hoje, dia 9, a sua fase crescente. Se ela fizer conjunção ao teu Mercúrio natal, prepara-te para sentires que a tua intuição aumenta subitamente de intensidade. Ouvirás melhor o que for dito à tua volta. Conseguirás captar com rapidez todas as meias palavras pronunciadas e com isto, é toda uma informação que recolhes e que te poderá ser útil. O melhor mesmo é fazeres de conta que nada entendeste e esperares pelo dia de amanhã, pois esse saber será amadurecido e poderás argumentar com mais propriedade. Aos mais dedicados às questões de canalizações interdimensionais, não pensem que estão a canalizar, para não gerarem os habituais equívocos, pois na verdade, o que aumenta é a intuição, o teu sexto sentido, o qual talvez não faças muito caso. Cuida do teu "look", pois é uma forma de te afirmares com mais propriedade.

7 de abril de 2008

Mercúrio combusto - esta semana

Esta semana será marcada pelo início de um Mercúrio combusto, a partir do dia 9. Diz-se que um planeta está combusto quando faz uma conjunção próxima ao Sol. A orbe mais comum utilizada para se avaliar essa combustão é de 8º. No entanto, há estudiosos que aplicam apenas 3º. Até ao próximo dia 15 assistiremos à conjunção aplicativa de Mercúrio ao Sol, em combustão. A partir do dia 16, Mercúrio ultrapassará o Sol, transformando essa conjunção em separativa. Desta vez não chegam a ficar cazimi. A combustão desfar-se-á a partir de 24 de Abril. Este é um posicionamento celeste que não conta com o acordo interpretativo dos estudiosos da astrologia. Há várias interpretações não convergentes. Uns estudiosos dizem que quando Mercúrio (ou outro planeta) está combusto, é sinal de estar enfraquecido, impedindo que o planeta funcione e se expresse na sua totalidade. Alguns astrólogos consideram como o planeta estando em debilidade acidental, pelo que muitos entendem esta proximidade como perniciosa e maléfica, pois o planeta perde o seu brilho pessoal a favor do Sol. Uma outra corrente de pensamento, mais contemporânea, considera que a combustão funciona no sentido oposto, reforçando a ideia que o Sol daria destaque a esse planeta em combustão. Os autores da linha psicológica apreciam ver este movimento celeste como actuando no inconsciente, sendo de difícil controlo por parte da pessoa. Digo eu: como tudo o que se passa a nível do inconsciente, não?! Outra linha de pensamento diz-nos que quando Mercúrio está combusto verifica-se perda de flexibilidade e imparcialidade, podendo notar-se dogmatismo, presunção e, frequentemente, pouca receptividade mental. Aproveitemos esta oportunidade para conferir connosco e à nossa volta, como irá funcionar este Mercúrio combusto. É já, já - de 9 a 23 de Abril. Eu fico-me pela linha tradicional.

5 de abril de 2008

Um novo tempero

São outros tempos que chegam. As novas organizações estão a entrar, decididas a substituírem os velhos paradigmas de políticas sociais e económicas que já não funcionam. Ong's, permacultura, preço justo, associativismo responsável, etc., estão a surgir como resposta aos Estados em dificuldades e falência. É um Plutão transformador, que já está a re-estabelecer novas leis, novos códigos de conduta para a humanidade. Um novo tempero. É uma rede fina que vem trazer uma nova ordem mais subtil, uma nova energia, mais de acordo com Gaia, na aprendizagem de sermos apenas mais um, integrados ao serviço bem vivermos com o planeta. Temos que reaprender a sermos felizes. - A.R.

4 de abril de 2008

Sexta-feira, dia 4 de Abril - Dia doce

A Lua em Peixes nos faz poetas, jardineiros, pescadores. Sonhadores. Mais capazes de pescar beleza onde se vá passando. A vida é mágica, a vida é encantada, a vida não é somente filme americano. A Lua em Peixes, no dia de hoje, numa sexta-feira, dia de Vênus, dilata o sentimento de que tudo está no seu devido eixo. E que tudo está em movimento - assim como as ondas. A vida é simples, não há segredo. Basta ser generoso consigo mesmo. E com os demais, ao seu lado. Perdoar, por exemplo, te lança para outro mundo. A raiva é veneno. E o veneno é de quem tem e quem o tem, fica preso. É claro que não é para ser ingênuo e bonzinho. Mas, por outro lado, muito menos, menos. O mais difícil é ser, ou deixar ser, o melhor que há em si mesmo. Nesta sexta-feira, é o que desejo a você, grandeza, esperança e benevolência. Deixe o seu coração cuidar de você. E, por fim, para fechar a semana com chave de ouro, a Lua encontra Vênus: ideal para namorar, ir ao cinema, se deixar levar pelo envolvimento. O fim de semana é mais ariano, ousado e aguerrido. Brinque, não brigue.

Aforismos - Centiloquium de Bethem

- Fiquem a saber que, quando um planeta está retrógrado, é como um homem enfermo, estupidificado e ansioso.

-
Se um planeta estiver cadente, é como um homem morto e não tem movimento.

-
Se um planeta estiver combusto, é como um homem na prisão, sem esperança de liberdade.

-
Se estiver estacionário a entrar na retrogradação, é como um homem saudável afastando-se da saúde; mas ainda há esperanças de recuperação.

-
Se estiver sitiado, é como um homem cheio de medo entre dois inimigos (e não sem razão) quando está sitiado pelas infortunas.

Texto daqui.
"Astrologia Medieval"

3 de abril de 2008

A mão pesada de Plutão nas primeiras 24 horas de estar retrógrado

Ao acaso:

NATO: Não à Geórgia e Ucrânia, sim à Albânia e Croácia.

Pyongyang suspende diálogo com o Seul, clima crescente tensão.

A Comissão Europeia vai levar Portugal ao Tribunal de Justiça europeu por incumprimento de uma directiva sobre o tempo de descanso dos camionistas.

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), D. Jorge Ortiga, contestou hoje as iniciativas legais para facilitar o divórcio civil, alegando que provocam a destabilização das famílias.

Recuperação dos mercados não vai durar muito e vem aí uma nova quedaA actual crise financeira pode ser a pior desde a Grande Depressão, em finais da década de 20, ou seja, dos últimos 80 anos. Quem o dia é George Soros, multimilionário norte-americano e lendário gestor de fundos, para quem a crise ainda não acabou.

Seduzir o mundo

Mercúrio entra em Áries [dia 3] e deixa a comunicação mais fluida, objetiva. As pessoas estão mais comunicativas, falastronas e, em conjunto com a Vênus em Peixes, é hora de seduzir o mundo, encantar, reencontrar pessoas. A quadratura com Plutão deixa tudo mais complexo, é como se algo estivesse para acontecer, aflorar. Expectativas. A atmosfera ainda está acanhada, mas ao entrar em Áries, a Lua dará um tom agitado, inquieto, vibrante para as reuniões sociais.

1 de abril de 2008

Plutão retrógrado

Plutão retrógrado
Este movimento retrógrado é especial,
pois Plutão regressa temporariamente a Sagitário.

Início do movimento retrógrado a 2 Abril no 1º de Capricórnio,
passando para Sagitário a 15 Junho,
onde permanecerá até 8 Setembro,
accionando novamente os mecanismos do

Centro Galáctico
ao chegar ao grau 28.

Plutão voltará ao movimento directo a 9 Setembro
continuando em Sagitário até 26 Novembro.

Entrará em Capricórnio no dia 27 Novembro.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates